Acusado de praticar “justiçamento” na parte alta de Maceió é tirado de circulação

Criminoso de 23 anos é suspeito do assassinato de Jonathas Ramos dos Santos Júnior, de 17 anos, na Santa Lúcia

Acusado de praticar “justiçamento” na parte alta de Maceió é tirado de circulação

Criminoso de 23 anos é suspeito do assassinato de Jonathas Ramos dos Santos Júnior, de 17 anos, na Santa Lúcia

Por Thatyana Ferreira - estagiária sob supervisão | Edição do dia 23 de fevereiro de 2021
Categoria: Maceió, Polícia | Tags: ,,


Foto: Assessoria

Um homem de 23 anos, com as iniciais V.O.S, suspeito de assassinato e associação ao tráfico de drogas no bairro da Santa Lúcia, em Maceió, foi preso nesta segunda-feira (22) no Conjunto Clento Marques, ambos bairros da parte alta da capital. A Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) realizou a prisão sob o comando do delegado Fábio Costa.

O suspeito foi acusado do assassinato de Jonathas Ramos dos Santos Júnior, de 17 anos e é conhecido na parte alta de Maceió por cometer a prática de  “justiçamento”, que é punir alguém com morte ou linchamento.  De acordo com testemunhas, Jonathas era usuário de entorpecentes e estaria cometendo assaltos na Santa Lúcia.

O homem de 23 anos também também é suspeito da morte de um adolescente de 13 anos, que também foi assassinado da mesma maneira que Jonathas, com disparos de arma de fogo, e nas mesmas circunstâncias.  O acusado também comandava o tráfico na região e cometia homicídios com a intenção de controlar as pessoas da região, de acordo com informações da investigação organizada pelo delegado Fábio Costa. 

O caso da morte do adolescente de 13 anos está sendo investigado para comprovar se o suspeito tem ou não ligação com esse assassinato. O juiz John Silas, da 8° Vara Criminal do Tribunal do Júri, foi o responsável por decretar a prisão do acusado.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados