Acusado de matar quatro pessoas da mesma família é condenado

Douglas de Oliveira Macena deverá cumprir a pena de 62 anos de reclusão em regime inicialmente fechado e não poderá apelar em liberdade; julgamento ocorreu nesta quarta-feira (12)

Por | Edição do dia 12 de dezembro de 2018
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,,


O réu Douglas de Oliveira Macena, acusado de assassinar quatro pessoas da mesma família, em julho de 2014, foi condenado a 62 anos, oito meses e 20 dias de reclusão. O júri popular aconteceu nesta quarta-feira (12), no Fórum do Barro Duro, e foi conduzido pelo juiz Sóstenes Alex Costa de Andrade, da 7ª Vara Criminal.

De acordo com a sentença, Douglas de Oliveira Macena deverá cumprir a pena em regime inicialmente fechado e não poderá apelar em liberdade. Os jurados o absolveram do crime de corrupção de menores.

Segundo a denúncia, o réu e três menores invadiram a casa onde estavam as vítimas Itamar Frankyllyn Barbosa Leal, Shammara Barbosa Leal, Rayanne dos Santos Lessa e Maria Aparecida Barbosa e efetuaram vários disparos. Apenas a vida do irmão de Rayanne, que era menor de idade, foi poupada.

Para o magistrado Sóstenes Alex, o acusado agiu de maneira fria e totalmente consciente. “As consequências do crime [para o sobrevivente] são gravosas, pois assistiu sua mãe e seus irmãos serem executados e passou por momentos de terror indescritíveis, que certamente o marcarão por toda vida”, destacou.

A motivação do crime supostamente foi uma delação feita à polícia por Itamar, que era envolvido com o tráfico de drogas. A vítima teria informado onde estariam guardados 95 kg de maconha pertencentes a traficantes da região.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados