Acusado de matar homem com golpes de facão no Benedito Bentes é condenado a 12 anos de prisão

Motivação do crime teria sido porque a vítima chamou o réu de “corno” e disse que iria ter relações sexuais com a esposa do acusado

Acusado de matar homem com golpes de facão no Benedito Bentes é condenado a 12 anos de prisão

Motivação do crime teria sido porque a vítima chamou o réu de “corno” e disse que iria ter relações sexuais com a esposa do acusado

Por Assessoria | Edição do dia 3 de junho de 2022
Categoria: Justiça, Maceió, Ultimas Notícias | Tags: ,,,,


O Tribunal do Júri da 8ª Vara Criminal de Maceió condenou o réu José Wellington dos Santos por matar Samuel Santos da Silva, em 2018. O júri popular foi conduzido nesta quinta-feira (2), no Fórum da Capital, pela juíza Lívia Maria Mattos que fixou a pena em 12 anos de prisão, com regime inicial fechado.

O crime ocorreu em março de 2018, no bairro do Benedito Bentes. De acordo com relatos das testemunhas, Samuel e Wellington estavam na residência de uma terceira pessoa ingerindo bebida alcoólica, momento em que a vítima chamou o acusado de “corno” e que iria ter relações sexuais com a esposa do réu.

Segundo os autos, Wellington revidou a brincadeira e se retirou do local. Quando a vítima estava retornando para casa, o acusado a abordou e desferiu diversos golpes de facão, levando-a a óbito. O acusado, em seu depoimento perante a autoridade policial, confessou a autoria do crime.

Ao definir a pena, a juíza destacou a forma com que o réu cometeu o delito, golpeando a vítima com um instrumento cortante em diversas regiões do corpo, como demonstra o laudo de exame cadavérico.

“A conduta do réu se demonstrou altamente reprovável, por ter este agido de forma demasiadamente agressiva, haja vista que se municiou de um facão para intentar o homicídio”, apontou a magistrada.

A juíza manteve a prisão do réu, que está em prisão preventiva desde março de 2018.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados