Acusado de integrar quadrilha comandada por ex-deputado vai a júri hoje

Acusado de integrar quadrilha comandada por ex-deputado vai a júri hoje

Por | Edição do dia 20 de julho de 2016
Categoria: Notícias, Polícia | Tags: ,,,


A 8ª Vara Criminal de Maceió leva a julgamento, nesta quarta-feira (20), às 8h, o réu Rogério de Menezes Vasconcelos, acusado de envolvimento na morte do servente de pedreiro Carlos Roberto Rocha Santos, ocorrida em agosto de 2004, na Capital. A sessão será conduzida pelo juiz John Silas da Silva, no salão do 2º Tribunal do Júri, no Fórum do Barro Duro.

Rogério Vasconcelos supostamente integrava a quadrilha comandada pelo ex-deputado estadual Luiz Pedro da Silva, condenado, em 2015, como autor intelectual do crime. O grupo, segundo o Ministério Público de Alagoas (MP/AL), tinha características de milícia privada e atuava para ceifar a vida de pessoas que não seguiam as determinações do ex-deputado.

O caso

De acordo com os autos, na madrugada de 12 de agosto de 2014, Carlos Roberto estava em casa, no bairro Clima Bom, na companhia da esposa, quando quatro homens invadiram o local e o sequestraram. Posteriormente, efetuaram diversos disparos contra a vítima, que não resistiu aos ferimentos.

Segundo o MP/AL, a morte do servente de pedreiro ocorreu porque ele não teria se dobrado às arbitrariedades e caprichos do esquadrão. Os quatro homens que foram denunciados como autores materiais do crime foram Adézio Rodrigues Nogueira, Laércio Pereira de Barros, Naélson Osmar Vasconcelos de Melo e Leoni Lima. Os réus já foram julgados e condenados em dezembro de 2008.

Já o réu Rogério de Menezes, que, de acordo com o Ministério Público, integrava “de forma estável e permanente” a quadrilha, nutria sentimento de represália contra a vítima, o que teria contribuído para a execução do crime por parte dos demais membros do grupo.

Matéria referente ao processo nº 0001039-42.2016.8.02.0001

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados