Marchante acusado de matar ajudante a facadas é absolvido

Crime aconteceu há dois anos em feira livre de União dos Palmares

Marchante acusado de matar ajudante a facadas é absolvido

Crime aconteceu há dois anos em feira livre de União dos Palmares

Por Redação | Edição do dia 24 de agosto de 2021
Categoria: Alagoas, Justiça | Tags: ,,


O marchante Hitalo Roberto da Silva Galvão, de 28 anos, foi absolvido do crime de homicídio, durante julgamento no Tribunal do Júri nesta segunda-feira (23). O julgamento aconteceu dois anos depois do acusado matar seu ajudante José Carlos dos Santos, de 38 anos, a facadas na feira livre do bairro Roberto Correia de Araújo, em União dos Palmares. 

Foto: Reprodução/ Vídeo

“Ante a decisão tomada pelo corpo de jurados, REVOGO a prisão preventiva do acusado e determino sua imediata soltura, salvo se por outro motivo estiver preso. Expeça-se o pertinente alvará “, diz a decisão de Lisandro Suassuna de Oliveira, juiz da 3ª Vara Criminal de União dos Palmares.

A defesa do acusado pediu a absolvição alegando que o crime foi cometido em legítima defesa. Tese que foi aceita pela maioria dos membros do Júri e respeitada pelo juiz. “Assim, amparado na soberana decisão do egrégio Conselho de Sentença, ABSOLVO o acusado Hítalo Roberto da Silva Galvão”, conclui a sentença de Lisandro Suassuna.

Mais sobre o caso

O assassinato aconteceu em março de 2019. José Carlos foi morto em via pública, à luz do dia e na frente de várias testemunhas, durante a feira livre que foi montada na Rua da Loteria, em União dos Palmares. Um vídeo do crime, que mostrava Hitalo segurando uma faca e empurrando a vítima, circulou nas redes sociais.

No vídeo também é possível perceber que a vítima ainda estava com vida enquanto levava chutes. O Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL) foi acionado, mas José Carlos morreu no local antes de receber atendimento médico. 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados