Acusado de envolvimento na morte de garçom vai a júri popular

Crime ocorreu após discussão entre réu e vítima, que eram torcedores de times rivais

Por | Edição do dia 15 de outubro de 2015
Categoria: Alagoas, Notícias


O juiz John Silas da Silva, respondendo pela 9ª Vara Criminal de Maceió, determinou que o réu Henrique Morais Omena, acusado de participação na morte do garçom José Cláudio Jacó da Silva, em julho de 2012, na Capital, seja levado a júri popular. O julgamento ainda não tem data marcada.

A vítima foi executada com tiros de arma de fogo, nas proximidades de uma lanchonete, localizada na avenida Beira Mar, no bairro Riacho Doce. De acordo com a denúncia do Mistério Público de Alagoas (MP/AL), Henrique Morais teria assassinado José Cláudio com a ajuda de Jadson Berg Santos da Silva, que também está preso.

O crime ocorreu após discussão entre os acusados e a vítima, que eram torcedores de times rivais. Henrique Morais e Jadson Berg torciam pelo CRB, enquanto José Cláudio torcia pelo CSA.

Na decisão, publicada no Diário da Justiça Eletrônico desta quinta-feira (15), o juiz também manteve a prisão preventiva do réu, sob fundamentação de garantir a ordem pública. O magistrado determinou ainda a renovação da prisão de Jadson Berg Santos da Silva.

Henrique Morais será julgado por homicídio duplamente qualificado (motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima).

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados