Acusada de participar de latrocínio contra taxista é presa em Maceió

Segundo a acusada, outra mulher que está presa pelo mesmo crime não teria participado da ação

Por Redação com assessoria | Edição do dia 30 de julho de 2020
Categoria: Notícias, Polícia | Tags: ,,,,,


Foto: Reprodução

Um mulher de 25 anos foi presa nesta quarta-feira, 29, no bairro Benedito Bentes, em Maceió, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva por um crime de latrocínio, ocorrido em 2014, no bairro de Mangabeiras, que vitimou um taxista.

De acordo com as investigações, a mulher em conjunto com dois homens e uma outra mulher, que inclusive se encontra presa, teriam pego um táxi no bairro da Ponta Grossa, e, ao chegar em Mangabeiras, o assalto foi anunciado, ocasião em que a vítima teria esboçado reação, diante do que um dos homens do grupo criminoso efetuou alguns disparos de arma de fogo. O taxista não resistiu e veio a óbito.

O delegado Gustavo Henrique, diretor da Divisão Especial de Investigação e Capturas (DEIC), disse que, ao ser interrogada por ele, a presa trouxe à tona uma informação que pode provocar uma reviravolta no caso. “De acordo com ela, uma mulher que está presa desde maio de 2019, em virtude do referido crime, não teria participado do delito e, portanto, seria inocente”, frisou a autoridade policial.

Após a formalização do cumprimento do mandado de prisão e interrogatório, toda a documentação foi encaminhada ao juízo competente, para a adoção das providências legais cabíveis.

O mandado de prisão preventiva da acusada foi expedido pela 4ª Vara Criminal da Capital e foi cumprido por agentes da agentes da Assessoria Técnica de Inteligência e Monitoramento, sob a coordenação do delegado Gustavo Henrique.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados