Abertura do 10º Circuito Penedo de Cinema aconteceu no Cine São Francisco, com exibição do filme AcquaMovie

Abertura do 10º Circuito Penedo de Cinema aconteceu no Cine São Francisco, com exibição do filme AcquaMovie

Por Assessoria | Edição do dia 25 de novembro de 2020
Categoria: Notícias | Tags: ,,


Foto: Reprodução

Na noite de abertura, além do público presente os representantes de diversas instituições e órgãos falaram sobre o Circuito Penedo de Cinema e a sua importância no cenário cultural brasileiro. Estavam presentes o vice-presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Maciel Oliveira; o reitor da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Joseal do Tonholo; a vice-reitora da UFAL, Eliane Cavalcante; o prefeito de Penedo, Marcius Beltrão; a representante da Secretaria de Estado da Cultura, Teresa Machado; o diretor técnico do SEBRAE, Vinícius Lages e o coordenador geral do Circuito Penedo de Cinema, Sérgio Onofre.

Sobre a reinauguração do Cine São Francisco, Sérgio Onofre destacou: “Mesmo não estando completamente pronto, resolvemos abrir nesta edição do Circuito. Para nós do audiovisual, isso tem um simbolismo muito forte. É o desejo de ter esses festivais vivos, a movimentação, o glamour com realizadores e artistas. Este foi um ano desafiador para todos nós, mas a memória da população local nos levou a propor a retomada destes eventos. O cidadão penedense merece ter seu cinema de volta”.

Para o vice-presidente do CBHSF, Maciel Oliveira, o Circuito Penedo de Cinema é um marco histórico. “Ter a abertura do Circuito no Cine São Francisco após quase 30 anos em que ele se encontrava fechado é uma grande conquista. O Cine é um espaço cultural com capacidade para mais de mil pessoas e vai ser entregue oficialmente em breve, mas hoje foi aberto especialmente para a abertura do Circuito. É com muito prazer que nós, do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, participamos deste evento, em especial da Mostra Velho Chico de Cinema Ambiental que começou com algo bem simples e tornou-se uma mostra competitiva de âmbito nacional onde há dezenas de inscritos. Nós incentivamos a criação desses curtas e longas-metragens com a temática ambiental, além dos documentários para que possamos trazer à sociedade assuntos importantes. Não existe rio sem povo, não existe povo sem cultura. Precisamos investir em todas as atividades culturais e o Circuito Penedo de Cinema é uma das principais apostas do CBHSF. Em um ano atípico todos tiveram que se reinventar, se adaptar, trazendo um evento híbrido e muito rigor em seu protocolo sanitário”, pontuou.

Foto: Reprodução

O prefeito de Penedo, Marcius Beltrão, disse que o projeto do Cine Penedo, elaborado por sua administração foi enviado ao BNDES, órgão que financiará a conclusão do centro produtor de audiovisual da UFAL no município, espaço que já tem salas de aula prontas. “É muito importante instalar o curso de cinema aqui, valorizar o folclore, a cultura, a arte. É obrigação de cada um de nós porque todas essas atividades são instrumentos sociais de igualdade. O CBHSF é uma das entidades que também patrocina o Circuito desde sua primeira edição e já garantiu recursos para o evento acontecer em 2021, o que demonstra o apoio para a execução da próxima edição. Ninguém faz nada sozinho, por isso é importante todos trabalharem juntos em prol da sociedade. Penedo não vai perder um evento como esse com pessoas tão comprometidas em investir em arte e cultura. Viva o cinema brasileiro!”.

Foto: Reprodução

Logo após a solenidade inaugural, ocorreu um bate-papo entre o diretor Lírio Ferreira, a produtora Chica Mendonça e o jovem ator Antônio Haddad que falaram sobre o filme AcquaMovie. Em seguida, o filme foi exibido para o público.

O Antônio Haddad, de apenas 15 anos, comentou sobre sua participação no filme. “Fazer o Cícero em AcquaMovie foi uma das experiências mais gratificantes da minha vida porque eu pude sair de São Paulo e conhecer o sertão. Passamos por vários estados seguindo o curso do rio São Francisco. Conhecer o Brasil me mudou para sempre e é enorme a alegria de estar em Penedo pela primeira vez”.

Filme Piedade será exibido sexta (27) no Circuito

O ator Matheus Nachtergaele marcou presença na abertura do Circuito Penedo de Cinema, e afirmou ser a primeira visita dele ao município. “É uma falha minha como apaixonado pelo Nordeste ainda não ter conhecido Penedo. Sabia que era muito bonito, mas pelo que pude ver é deslumbrante. Tenho um amor muito grande pelas cidades históricas brasileiras. Além da alegria de estar no Circuito, estou tendo a alegria de conhecer esse lugar tão bonito. Muitas coisas boas estão acontecendo hoje, como esse anúncio da reabertura de um cinema tão importante, está acontecendo o primeiro festival híbrido de cinema no Brasil e vim representar o filme Piedade, que será exibido na sexta e também estou dando meu apoio a essa tentativa de poder retornar ao ritual da sala de cinema com todos cuidado e precauções necessárias. É uma aventura tudo isso! Tem a questão do Lírio fazendo o filme com o Antônio Haddad, que é meu afilhado, e eu me sinto muito responsável por esse encontro”, contou.

Nachtergaele comentou sobre o filme Piedade, de Cláudio Assis, que é um dos maiores cineastas do cinema brasileiro contemporâneo. “É o quinto longa do Cláudio, e os filmes dele são muito admirados dentro e fora do Brasil. Eu faço parte de todos os filmes dele, como é o caso dos longas Amarelo Manga, Baixio das Bestas, Febre do Rato, Big Jato e agora Piedade, que estreou durante a pandemia, em um festival on-line e não pude acompanhar porque meu pai tinha acabado de falecer. Pela primeira vez eu poderei estar presente com o filme em sua exibição de forma presencial”, finalizou.

Para acompanhar toda programação do Circuito Penedo de Cinema, acesse: www.circuitopenedodecinema.com.br

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados