A tristeza de morar no Brasil e ser de esquerda

Pensar que o mundo pode ser menos desigual, que as pessoas possam usufruir dos bens materiais produzidos pelo conjunto da humanidade de forma equânime é algo capaz de lhe jogar no fogo do inferno eterno.

A tristeza de morar no Brasil e ser de esquerda

Pensar que o mundo pode ser menos desigual, que as pessoas possam usufruir dos bens materiais produzidos pelo conjunto da humanidade de forma equânime é algo capaz de lhe jogar no fogo do inferno eterno.

Por Antonio Pereira | Edição do dia 1 de junho de 2021
Categoria: Opiniões | Tags: ,,,,,,,,,,


Se você nasceu em algum país do ‘ocidente’ ser de esquerda é um grande problema. Primeiro seus pais vão tentar de todas as formas lhe dissuadir desses ‘pensamentos esquerdistas’.

Igualdade, fraternidade e Liberdade são palavras não bem vistas, você pode ser enquadrado e até morto por pensar em tais heresias libertárias.

Pensar que o mundo pode ser menos desigual, que as pessoas possam usufruir dos bens materiais produzidos pelo conjunto da humanidade de forma equânime é algo capaz de lhe jogar no fogo do inferno eterno.

Toda a riqueza produzida nos últimos três mil anos seria suficiente para dar um lar, emprego, vida segura e, provavelmente, felicidade para bilhões de pessoas.

Infelizmente, não é possível. O ser humano é egocêntrico, ganancioso, voraz e muito, muito competitivo. Por estas e outras características, somos fadados a acabar em alguns séculos. Sim, o ser humano, na velocidade que está destruindo este pequeno planeja, logo logo terá que se conformar com o fim. Talvez dure algumas décadas, ou séculos, mas virá.

O fim está próximo. Este é um chavão religioso que anuncia o cataclismo global.

O ser humano é ganancioso por natureza. Nunca está satisfeito. Sempre estará buscando angariar mais e mais. Isso não tem fim. Quanto mais você ganha, mais você quer ostentar. É um vício louco.

Precisamos, não sei como, voltar ao princípio, onde coisas simples tinham mais valor. Onde a ostentação não era tão valorizada. Sei que isso é uma utopia, mas sei que não sou o único sonhador.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados