450 novos leitos serão inaugurados em Alagoas até o final da próxima semana

Nesta quarta-feira, 13, o governador Renan Filho deu mais informações sobre as ações de enfrentamento à Covid-19 em AL

450 novos leitos serão inaugurados em Alagoas até o final da próxima semana

Nesta quarta-feira, 13, o governador Renan Filho deu mais informações sobre as ações de enfrentamento à Covid-19 em AL

Por Carol Amorim - Repórter | Edição do dia 13 de maio de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,,,,


Foto: Arquivo / Agência Alagoas

Até o final da próxima semana, 450 leitos hospitalares serão instalados em Alagoas pelo governo do estado, informou o governador Renan Filho na manhã desta quarta-feira, 13. Os novos leitos estarão no Hospital Metropolitano, que será inaugurado nesta sexta-feira, 15, e no Hospital de Campanha, que será inaugurado na próxima quarta-feira, 20, no Centro de Convenções, no bairro Jaraguá, em Maceió. O governador também anunciou que estuda o endurecimento de medidas de isolamento social.

De acordo com o Renan Filho, neste momento, o Hospital Metropolitano será utilizado apenas para atender vítimas da Covid-19 e o acolhimento desses pacientes, com suspeita ou confirmação da enfermidade, já começará neste sábado, 16. Serão disponibilizados na unidade 160 leitos. Desses, 130 serão leitos de enfermaria e 30 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

“O hospital terá leitos de UTI, enfermaria, todo o suporte, com respiradores, tomografia e equipe técnica capacitada”, contou.

O Hospital Metropolitano, assim como os demais hospitais que estão recebendo vítimas com suspeita ou confirmação de Covid-19, será mais um equipamento onde a população poderá ser encaminhada através das Unidades de Pronto Atendimento (UPA), postos de saúde, clínicas sentinelas ou centrais de triagem.

“O médico irá examinar o paciente e se houver a necessidade, ele vai pedir vaga para o paciente na central de regulação, onde estão incorporados todos os hospitais que já atendem vítimas de Covid-19, o Hospital Metropolitano será o maior deles”, afirmou.

Para junho, o governador anunciou a entrega do Hospital de Porto Calvo. Ele também informou que será iniciada a construção do Hospital de Campanha em Arapiraca e que mais quatro UPAs serão instaladas em Alagoas, três em Maceió e uma em Arapiraca.

Endurecimento de medidas

Apesar da entrega de novos leitos, o governador enfatiza sobre a necessidade da população cumprir com o isolamento social para que seja evitado o colapso do sistema de saúde do estado. Ele alertou que quase 80% dos leitos alagoanos estão ocupados no momento e que o colapso do sistema de saúde resultará em maior número de mortes. Para que isso seja evitado, ele reforça a importância do isolamento social e no cumprimento das regras do decreto emergencial.

Nesta tarde, às 14h, Renan Filho estará em reunião com secretários, médicos e o corpo técnico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) para avaliar a curva de contágio de Alagoas. Ele também informou que serão discutidas quais outras medidas mais rígidas o estado poderá adotar para que a curva de contágio seja achatada. Sobre a possibilidade de lockdown, o governador disse que ela está sendo cogitada, assim como outras medidas rígidas, mas que para a adoção dessas medidas, uma série de critérios devem ser analisados juntamente com um corpo técnico da saúde especializado. O atual decreto do estado tem validade até o dia 20 deste mês.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados