157 aves silvestres e outros animais são resgatados durante operação em Alagoas

Operação Curupira percorreu os municípios de Murici, União dos Palmares, Flexeiras, Joaquim Gomes e Novo Lino

Por Assessoria | Edição do dia 26 de outubro de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,


Assessoria

O Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), em conjunto com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e Instituto do Meio Ambiente (IMA), desencadeou a Operação Curupira. Entre os dias entre os dias 20 e 26 de outubro as equipes percorreram os municípios de Murici, União dos Palmares, Flexeiras, Joaquim Gomes e Novo Lino com o objetivo de coibir crimes de caça e cativeiro ilegal de animais silvestres.

No total foram apreendidos 157 aves silvestres, um gavião, dois tatus e três cuandu-mirins, além de seis carcaças de animais abatidos e mais quatro espingardas e quatro tatuzeiras (armadilha utilizada na captura de tatus). Ao final da operação, IMA e ICMBio lavraram juntos um total de R$ 114 mil em multas.

O nome tem relação direta com a figura lendária do folclore brasileiro de um menino, conhecido por ter os pés virados para trás, que além de ser o protetor das florestas, castiga aqueles que tentam fazer mal à fauna e flora.

Já nos primeiros dias, uma pessoa foi presa em flagrante por Posse ilegal de arma de fogo e por ter em depósito carcaça de animal silvestre sem autorização.

Todas as ações foram desenvolvidas em um esforço interinstitucional integrado, e ordenadas no fiel cumprimento à Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605/98), garantindo a defesa do meio ambiente alagoano.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados