TJAL se solidariza com famílias de vítimas da Covid-19 em Alagoas

Por iniciativa do presidente Tutmés Airan, Corte estadual acompanhou o decreto de luto de três dias emitido pelo Supremo Tribunal Federal

TJAL se solidariza com famílias de vítimas da Covid-19 em Alagoas

Por iniciativa do presidente Tutmés Airan, Corte estadual acompanhou o decreto de luto de três dias emitido pelo Supremo Tribunal Federal

Por Dicom TJAL | Edição do dia 13 de maio de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,


Foto: Caio Loureiro

Na sessão desta terça-feira (12), o Pleno do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) reiterou o decreto de luto de três ditas emitido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em relação às vítimas do Covid-19. O presidente Tutmés Airan manifestou pesar em especial pelas vítimas no estado Alagoas, que já são pelo menos 150 conforme dados da Secretaria estadual de Saúde.

“Lamentamos a morte de dezenas de alagoanos, vítimas desse vírus que hoje se coloca como o maior inimigo a humanidade. Ao mesmo tempo, o decreto de luto é uma forma de homenagear os mortos, suas trajetórias. Esse é o sentido”, disse o desembargador Tutmés Airan.

No dia 6 de abril, o TJAL destinou R$ 250 mil à compra de equipamentos para o Hospital Universitário, que estava se preparando para enfrentar a pandemia. O valor é oriundo de aplicação de penas de prestações pecuniárias, transação penal e suspensão condicional do processo em ações criminais de todo o estado.

O STF decretou luto na sexta-feira (9). A manifestação do TJAL ocorreu na forma de um voto de elogio ao presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, que foi proposto pelo presidente Tutmés Airan e aprovado por unanimidade.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados