Presidente Otávio Praxedes se reúne com ministra Cármen Lúcia em Brasília

Encontro com presidentes de Tribunais de Justiça do país aconteceu no Gabinete da Presidência do STF, na manhã desta sexta-feira (4)

Por | Edição do dia 5 de agosto de 2017
Categoria: Alagoas, Notícias


Assessoria TJ-AL

Assessoria TJ-AL

O presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), desembargador Otávio Leão Praxedes, destacou as ações da Justiça alagoana no combate a violência contra a mulher durante reunião com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, e os presidentes dos Tribunais de Justiça de todo o país. O encontro aconteceu no Gabinete da Presidência do STF, em Brasília, na manhã desta sexta-feira (4).

Durante o discurso, o presidente falou sobre as ações da Justiça pela Paz em Casa, a solicitação de uma sala de atendimento exclusivo para mulheres no Instituto Médico Legal de Alagoas (IML) ao Governo do Estado, a participação na campanha “Agosto Lilás” do Ministério Público de Alagoas, entre outras ações que mostram a preocupação com os casos de agressão sofridos por mulheres em Alagoas.

O presidente Otávio Praxedes destacou ainda que será inaugurada uma sala com a cor lilás dentro do TJ/AL e que o site e a iluminação do Tribunal também participam da campanha durante o mês de Agosto, a pedido da desembargadora Elisabeth Nascimento, coordenadora estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica.

Na ocasião, o presidente Otávio Praxedes destacou as providências já tomadas pelo TJ/AL a cerca das solicitações feitas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), entregando à presidente do STF um relatório com os dados e demandas já atendidas.

“Desde que eu assumi a chefia do Poder Judiciário alagoano, todas as providências que Vossa Excelência recomendou e determinou junto ao Tribunal de Justiça de Alagoas estão registradas [nesse documento]. Aqui estão os ofícios, os relatórios que encaminhei, as dificuldades que o nosso Tribunal em Alagoas tem, tudo está aqui em relação a esses assuntos solicitados”, destacou o Otávio Praxedes.

O Sistema Prisional de Alagoas também foi um dos assuntos debatidos no encontro. O presidente falou das demandas levantadas pelos juízes atuantes em varas de execuções penais e pelo Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário (GMF) a respeito das dificuldades enfrentadas nesses locais.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados