Júri condena acusado de execução em “Tribunal do Crime”

Réu e demais integrantes de uma facção criminosa condenaram Walisson por não ter assumido um crime anteriormente

Júri condena acusado de execução em “Tribunal do Crime”

Réu e demais integrantes de uma facção criminosa condenaram Walisson por não ter assumido um crime anteriormente

Por | Edição do dia 22 de novembro de 2018
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,,


O Tribunal do Júri da 9ª Vara Criminal da Capital condenou, na quarta-feira (21), o réu Charly dos Santos Muniz a 20 anos de prisão em regime inicial fechado. O Conselho de Sentença reconheceu que Charly executou com 8 tiros Walisson Anselmo dos Santos. A sessão foi conduzida pelo juiz titular da unidade, Geraldo Cavalcante Amorim.

Charly dos Santos e outros integrantes de uma facção criminosa fizeram um “Tribunal do Crime”, devido a Walisson não ter assumido a autoria de um crime de porte de armas anteriormente. A vítima foi condenada a morte pelos membros da facção e levou 8 tiros efetuados por Charly.

Quatro reais

Em União dos Palmares, o Conselho de Sentença da 3ª Vara Criminal condenou o réu Alessandro Ricardo da Silva a seis anos e oito meses de reclusão, inicialmente em regime semiaberto. O júri popular foi presidido pelo magistrado Anderson Santos dos Passos, titular da Vara.

O réu matou Edvaldo Pedro da Silva durante uma discussão por R$ 4, após um jogo de dominó, em outubro de 2015, conforme diz a denúncia. A pena de Alessandro da Silva foi reduzida porque os jurados consideraram que ele agiu sob o domínio de violenta emoção, logo em seguida a injusta provocação da vítima.

Adiamento

O júri do réu Antônio Oliveira da Silva, acusado de tentar matar sua companheira, foi adiado por falta de defensor público na Comarca de Traipu. Segundo a denúncia, o acusado tentou matar Rosângela Araújo da Silva com onze facadas, por ciúmes, em agosto de 2000.

Os julgamentos integram Mês Nacional do Júri no estado, que ocorrerá até o dia 30 de novembro.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados