Caso Grilo: acusado de mandar matar empresário é condenado a 18 anos de prisão

Fernando Carlos Medeiros poderá recorrer em liberdade; Gilberto Fernandes foi absolvido

Caso Grilo: acusado de mandar matar empresário é condenado a 18 anos de prisão

Fernando Carlos Medeiros poderá recorrer em liberdade; Gilberto Fernandes foi absolvido

Por | Edição do dia 17 de março de 2020
| Tags: ,,,,


martelo

Foto: Reprodução / Internet

O Tribunal do Júri da 9ª Vara Criminal da Capital condenou o réu Fernando Carlos Medeiros a 18 anos e 9 meses de reclusão pelo homicídio do empresário Jair Gomes da Silva, conhecido como Grilo, em novembro 2010. Os jurados absolveram o réu Gilberto Fernandes, que teria sido contratado por Fernando para cometer o crime, segundo a acusação.

A sessão, conduzida pelo juiz John Silas da Silva, terminou na madrugada desta terça-feira (17). Fernando Carlos Medeiros deverá cumprir pena inicialmente em regime fechado, e poderá recorrer em liberdade.

Segundo a denúncia do Ministério Público, o crime, ocorrido em Palmeira dos Índios, foi planejado pelo fazendeiro Fernando Medeiros após discussão com a vítima em uma cafeteria. Durante a briga, Grilo teria dado um soco no acusado, que prometeu se vingar. O fazendeiro teria, então, contratado Gilberto Fernandes, Josival Rosendo, José Rosendo e Manoel Araújo da Costa para cometerem o assassinato.

O empresário foi assassinado no centro da cidade, com quatro tiros na cabeça, efetuados por dois homens que estavam em uma motocicleta. As gravações captadas pela câmera de segurança de um supermercado teriam mostrado o momento do crime e a imagem dos executores. Os réus Josival Rosendo e José Rosendo foram condenados em 2014. Manoel Araújo faleceu durante o processo.

Em 2016, o julgamento foi desaforado para Maceió, atendendo o pedido da 4ª Vara de Palmeira dos Índios. O motivo seria a forte repercussão que o crime teve na cidade. Além disso, o réu Fernando Carlos Medeiros, acusado de ser o mentor intelectual do crime, é casado com a ex-vice-prefeita de Palmeira dos Índios, exercendo influência política no município.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados