Bom Dia!, Segunda-Feira - 19 de Novembro de 2018

 

Taxista é emboscado e morto em pleno centro de Maceió

Deraldo Francisco / 8:17 - 08/11/2018

A irmã da vítima informou à polícia que ela estava sendo ameaçada por “pessoas desconhecidas”


Pedro Tenório Neto, de 39 anos, taxista que transportava passageiros para São Luís do Quitunde, foi executado a tiros nesta manhã. O crime aconteceu na calçada do antigo Parque Hotel, na Praça D. Pedro II, também conhecida como “Praça da Catedral”.

Quando foi morto, o taxista estava sentado num banco de madeira, aguardando passageiros para fazer a primeira viagem do dia, em seu veículo Corsa de cor preta e placa NMJ-5819/AL. A esposa dele, cujo nome não foi revelado, cochilava no carro, enquanto aguardava o horário para iniciar o trabalho, numa loja, no Centro.

277a29b0-7fcf-42db-9f35-edd18b8598f4

Taxista foi morto quando aguardava passageiros, na Praça D. Pedro II (Foto: TNH/Henrique Pereira)

A mulher contou à polícia que não viu quem cometeu o crime e que desconhece a motivação para o assassinato. Outros taxistas que estavam no local serão ouvidos no decorrer das investigações. Eles presenciaram o crime, mas, no momento em que a Polícia Militar esteve no local, não disseram nada sobre a ocorrência.

Uma irmã do taxista que chegou ao local desesperada, disse que ele vinha sendo ameaçado e que “pessoas desconhecidas” vinham rondando a casa do taxista, no Bom Parto, nos últimos dias. Ela não atribuiu o crime a ninguém.

No local, o tenente Farias, do 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM), informou que, num breve levantamento feito ao sistema de informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), confirmou que havia a revogação de um mandado de prisão contra Pedro Tenório, que havia sido expedido pela 17ª Vara Especial de Combate ao Crime Organizado.


Comentar usando