Bom Dia!, Segunda-Feira - 19 de Novembro de 2018

 

SSP vai apurar euforia de alunos e PMs em “desfile” em Palmeira

Deraldo Francisco - Repórter / 1:13 - 29/10/2018


Dezenas de alunos do Curso de Formação de Soldados (CFSd) correndo de calça jeans e camisetas brancas pelas ruas de Palmeira dos Índios, cantando e batendo palmas e acompanhados por todas as viaturas do 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM) buzinando e com os rotativos ligados, logo depois de anunciada a vitória de Jair Bolsonaro à Presidência da República chamaram a atenção da população e vão gerar investigação.

As imagens foram gravadas e postadas nas redes sociais como uma espécie de comemoração pela vitória do capitão reformado do Exército no pleito deste domingo. A população entendeu o recado como sendo, de fato, um “desfile da PM alagoana” para festejar a vitória de Bolsonaro.

Rapidamente, o comandante-geral da PM, coronel Marcos Sampaio, emitiu uma nota dizendo que “aquilo” era um procedimento de praxe no retorno dos policiais e alunos, ao quartel, logo depois do trabalho concluído na cidade. E que as músicas cantadas pelos alunos não faziam alusão a nenhum candidato. Mas os espectadores, em sua boa parte apoiadores de Bolsonaro, aplaudiram o desfile dos policiais militares e alunos em Palmeira dos Índios.

45013095_1413811712099864_7250803629223837696_n

Mesmos se tratando de uma cena comum após mo término dos trabalhos, como disse a nota emitida pelo Comando-Geral da PM, não houve manifestação semelhante em outras unidades da PM em Alagoas. Pelo menos não foram filmadas nem postadas nas redes sociais.

Seja como for, o secretário se Segurança Pública, coronel Lima Júnior disse há pouco que o caso será investigado num Processo Administrativo. “A Secretaria de Segurança Pública não tem partido”, disse o secretário. O 10º Batalhão, com sede em Palmeira dos Índios, é comandado pelo tenente-coronel Pantaleão Ferro.

NOTA DA PM

A Polícia Militar de Alagoas informa que o vídeo divulgado nas redes sociais com viaturas militares e alunos transitando na Cidade de Palmeira dos Índios, ontem(28) logo após a eleição, não está relacionado ao resultado da eleição, e sim ao retorno do serviço eleitoral que durou aproximadamente 48 horas, e em nenhum momento os cânticos realizados pelos alunos tinha alusão a qualquer candidato, mas sim a temas específicos da formação militar.

 


Comentar usando