Bom Dia!, Sexta-Feira - 19 de Outubro de 2018

 

Sindpol apresenta condição para fim da greve em audiência de conciliação

assessoria / 2:15 - 18/05/2016


Foto: assessoria

Foto: assessoria

O presidente do Sindpol, Josimar Melo, e o diretor de Planejamento do sindicato, Stélio Pimentel Jr, e o advogado Antonio Ferreira participaram de uma audiência de conciliação no Tribunal de Justiça, na manhã desta quarta-feira (18).

Na audiência, o Sindpol apresentou a anistia dos atos da greve, como condição aceita pela categoria para suspender o movimento grevista, entre outras solicitações, como o aumento da cota de 80 para 120 processos de progressão a partir deste mês de maio; a apresentação do relatório mensal do pagamento retroativo das progressões aos policiais civis que serão contemplados pela cota mensal de R$ 300 mil; a anistia dos processos administrativos e disciplinares relativos aos atos de greve; a não retenção da consignação do Sindpol em relação aos valores da multa processual enquanto o processo estiver suspenso, a redução da multa processual para o valor de um mil reais.

O presidente do Sindpol, Josimar Melo, cobrou a presença de representantes das secretarias de Estado da Segurança Pública e do Planejamento e Gestão na reunião de conciliação. Ressaltou que o governador garantiu a anistia dos processos administrativos em decorrência da greve. No encontro, o conciliador Flávio Wilton destacou que o Estado precisa dar atenção às questões do sindicato.

Os procuradores de Estado Augusto Galvão e Rita de Cássio Coutinho se comprometeram a levar para apreciação as reivindicações. Foi marcada uma nova audiência de conciliação para o dia 1º de junho, às 9 horas, no Tribunal de Justiça.


Comentar usando