Boa Tarde!, Sábado - 21 de Julho de 2018

 

Sesc das Artes tem início neste sábado em Arapiraca

Assessoria / 5:25 - 11/04/2018


O projeto Sesc das Artes em Arapiraca dará início às suas apresentações no palco do Teatro Hermeto Pascoal em abril. O projeto terá espetáculos musicais e de artes cênicas todas às segundas sextas-feiras de cada mês, com entrada gratuita e entrega dos ingressos 01 hora antes das apresentações. A primeira apresentação será com a cantora Elisa Lemos, dia 13 de abril às 20h.  

Sobre Elisa Lemos 

Cartaz Elisa Lemos Final

Quem a vê longe dos palcos com sua timidez genuína nem pode imaginar a presença artística por trás da calmaria de sua voz e temperamento. Quando as luzes do palco se acendem. Elisa Lemos, cantora, compositora e atriz baiana assume o papel de uma estrela em nascimento, convincente e emocionante.

No palco, ela tem o controle da situação, envolta em música ela se transforma e ganha diversas cores com a voz de timbre forte e aveludada. Suas influências se originam no convívio com o pai, o guitarrista pernambucano Toni Augusto. Moram em casa habitada pelos acordes, harmonia, artistas e vivência teatral, que se fazem sentir na escolha e no repertório de estilo variado, do Rock à nova MPB, com direito à canções inéditas do cantor e compositor Júnior Almeida. Foi o próprio quem fez o primeiro convite ao ouvi-la cantar informalmente e é essa mistura que forma o seu caleidoscópio musical.

Sobre Janu

Vagando por entre as paredes de som, açoite, penas e sangue são elementos básicos pra confecção de um álbum independente em Alagoas, mesmo que ele conte com participações especiais, figurando o brilho maior de nossos artistas da terra. Janu expõe a matuteza urbana maturada, evoluindo em espécie, ainda que com o habitual cheiro de mato e fumo interiorano de Alagoas.

A correr pelo mote das amplidões arapiraquenses ao passo em que beberica no no samba-rock-progressivo, no baião, na música eletrônica, no rock 60, no raggae e no que a vida tem a lhe oferecer e ouvir, o artista mostra com o Lindeza (2016) amadurecimento tanto artístico quanto de produção técnica, em comparação com seu EP debut de 2012(Matuto Urbano).

Sobre Gato Negro

Iniciada em 2006 e com mais de 30 músicas compostas, os integrantes esperam consolidar seu nome na nova música alagoana, que vem ascendendo numa crescente nos últimos anos. Com nove anos de banda Paulo Franco (vocais e guitarras), André Tenório (baixos) e Wilson Silva (bateria) fazem o dever de casa: a plateia se desmancha ao serem tocadas suas canções autorais. Também pudera. Com influências que vão de Roberto Carlos a Los Hermanos, Djavan a Jorge Bem, Tim Maia a Led Zeppelin – em definitivo, Wilson é o nosso John Bonham sem sua bandana –, o grupo conquista até o mais áspero dos ouvidos.

Com efeito, Paulo e André tocavam num grupo de Popo Rock chamado Urbanos, mas queriam algo com outra conotação, que atingisse o ouvinte de outra forma. Daí chamaram Wilson, que à época operava sua maestria na banda Jardim Elétrico. Estava então formado o power trio de soul brazuca. Com levada própria, o Gato Negro sobe no telhado de nossas casas, povoa a sombra desse felino, dessa fera não ferida, em cada fresta, em cada piscar de noite.

 

Sesc das Artes 

Quem: Elisa Lemos – Participação especial de Janu Leite e Gato Negro

Onde: Teatro Hermeto Pascoal – SESC Arapiraca

Quando: dia 13/04 às 20h

Ingressos: 01h antes / entrada gratuita

Informações: 3482-2402/ 3482-2400

 


Comentar usando