Selena Gomez e Francia Raisa dão detalhes sobre transplante de rins

Papel Pop / 2:32 - 30/10/2017


O programa Today Show divulgou nesta segunda-feira, 30, a entrevista completa com Selena Gomez na qual ela fala sobre o transplante de rim realizado meses atrás. Quem também esteve presente foi Francia Raisa, uma das melhores amigas da cantora e a doadora do órgão.

As duas falaram sobre a fraqueza física e emocional de Selena, que precisou do transplante por sofrer da doença autoimune lúpus. “Eu não perguntei nada, sabia que ela estava mal. Certo dia ela não conseguia abrir uma garrafa d’água“, disse Francia. “Ela jogou a garrafa e começou a chorar. Eu disse: ‘O que há de errado?’, e foi aí que ela me contou. ‘Eu não sei o que fazer. A lista [de espera para o transplante] é de sete a dez anos. Eu falei que obviamente me voluntariaria para doar“.

Emocionada, Selena disse:

“Eu não queria pedir para ninguém se voluntariar. Só pensar em pedir para alguém foi muito difícil para mim. Ela se voluntariou. Além de ter alguém que se voluntarie é incrivelmente difícil de achar um doador compatível, e o fato dela ter sido compatível é inacreditável.”

Ao longo da entrevista, Selena e Francia deram mais detalhes. Francia foi a primeira a passar pela cirurgia, e chegou a fazer um testamento caso não sobrevivesse. Tudo deu certo e depois foi a hora de Selena receber o rim – a cirurgia também foi bem-sucedida, mas quando ela voltou para seu quarto, passou a sentir muitas dores no local do transplante e começou a hiperventilar. O que aconteceu foi que o rim transplantado “virou” dentro de seu corpo, e para colocá-lo de volta no lugar certo, ela precisou passar por uma outra cirurgia, esta de seis horas.

Sobre a recuperação, Selena e Francia ficaram juntas – elas só podiam andar uma hora por dia e precisavam pedir ajuda sempre.

Acho que uma das maiores lições de humildade foi precisar de ajuda para colocar a roupa de baixo. Nós não conseguíamos tomar banho sozinhas. Foi um processo brutal“, contou Francia.

Selena, chorando, completou:

“Espero muito que possamos ajudar alguém. O que passamos não foi fácil nem divertido. Espero que isso inspire as pessoas a se sentirem bem, sabendo que há pessoas muito boas nesse mundo.”


Comentar usando