Bom Dia!, Domingo - 22 de Julho de 2018

 

Resgate de meninos presos em caverna na Tailândia pode durar meses

Agência Estado / 3:21 - 03/07/2018

Segundo a Marinha, médicos serão enviados para ajudar os garotos e melhorar as condições do espaço onde estão


As autoridades disseram que estão comprometidas com a segurança no planejamento para retirar os jovens (Foto: LILLIAN SUWANRUMPHA / AFP)

As autoridades disseram que estão comprometidas com a segurança no planejamento para retirar os jovens (Foto: LILLIAN SUWANRUMPHA / AFP)

Agora que o time de futebol tailandês desaparecido foi encontrado, o próximo passo é determinar como os 12 meninos e seu treinador serão retirados da caverna parcialmente inundada, no norte da Tailândia. Quais são as possibilidades de resgate e os motivos que podem prolongar a extração do grupo?

A caverna de Tham Luang Nang Non, na província de Chiang Rai é enorme: se estende sob uma montanha por até 10 quilômetros. Grande parte da estrutura é composta por passagens estreitas que levam a câmaras amplas e, em seguida, mais passagens estreitas. O solo rochoso e lamacento muda a elevação do caminho. Segundo o Conselho Britânico de Resgate em Cavernas, que tem membros envolvidos na operação de resgate, as estimativas são de que o grupo está a cerca de 2 quilômetros da entrada da caverna e entre 800 metros e 1 quilômetro abaixo da superfície. Há outras estimativas que colocam as crianças a cerca de 4 quilômetros caverna adentro.

Encontrar os 12 meninos e o treinador levou dez dias, em parte por causa da dificuldade de locomoção na caverna. O local inunda durante a estação chuvosa da Tailândia e mesmo os mergulhadores de elite da marinha tailandesa tiveram dificuldade para atravessar a água lamacenta, as correntes e as passagens estreitas.

As autoridades disseram que estão comprometidas com a segurança no planejamento para retirar os meninos, que não parecem precisar de atendimento médico urgente. O governador da província de Chiang Rai, Narongsak Osatanakorn, disse que os trabalhos para encontrar o grupo foram extensos e não serão perdidos. Segundo o coordenador da Comissão Nacional de Resgate em Caverna dos EUA, Anmar Mirza, a principal decisão agora é entre tentar retirar os garotos ou mantê-los no local até que as águas baixem.

Manter o grupo no local é possivelmente a opção mais segura e envolveria levar comida e outros suprimentos para os meninos e esperar que os níveis de água diminuam, seja naturalmente ou pelo bombeamento de água, ou até que as equipes de resgate possam encontrar ou criar uma saída diferente.

Isso pode levar de dias a semanas ou meses, uma vez que a estação chuvosa costuma durar até outubro. A marinha tailandesa realiza a retirada de água aos poucos, envia equipes com alimentos líquidos de alta proteína para o grupo e verifica a estrutura do local onde estão, para garantir que seja seguro.

Segundo a Marinha, médicos serão enviados para ajudar os garotos e melhorar as condições do espaço onde estão.

O perigo de esperar

As chuvas de monções estão a caminho. Depois de uma pausa nos últimos dias, a previsão do Departamento Meteorológico da Tailândia para Chiang Rai prevê chuva leve até sexta-feira (6) seguida por fortes chuvas a partir de sábado até o dia 10 de julho.

As tempestades podem elevar os níveis de água na caverna novamente e complicar o fornecimento de suplementos ou quaisquer possibilidades de remoção.

Paralelamente aos esforços de busca dentro da caverna, equipes de resgate têm procurado na montanha por possíveis caminhos para as cavernas abaixo. Autoridades disseram que esses esforços continuarão.

Retroescavadeiras e equipamentos de perfuração foram enviados para a montanha, mas criar uma passagem grande o suficiente para extrair os garotos seria extremamente complicado e poderia levar muito tempo. Segundo o Conselho Britânico de Resgate em Caverna, os meninos estão “localizados em um espaço relativamente pequeno e isso torna qualquer tentativa de perfuração como uma meio de resgate muito difícil”.

Mergulho

O mergulho seria o método de retirada mais rápido, mas possivelmente o mais perigoso. Segundo o especialista Mirza, “tentar levar não-mergulhadores por meio da caverna é uma das situações mais perigosas possíveis, mesmo que os mergulhos sejam relativamente fáceis”. Todos os mergulhos no local têm sido um desafio.

Especialistas precisaram de dias para alcançar o grupo. A retirada dos meninos poderia ocorrer de maneira mais rápida com a instalação de linhas de mergulho, tanques de oxigênio extra deixados pelo caminho e bastões de iluminação para facilitar a visão. Ainda assim, o Conselho Britânico de Resgate em Cavernas apontou que qualquer tentativa de mergulhar os garotos e o treinador não será feita com tranquilidade. “Há desafios técnicos e riscos significativos a serem considerados”, disse a organização. Fonte: Associated Press.


Comentar usando