Bom Dia!, Sexta-Feira - 19 de Outubro de 2018

 

Número de pessoas presenteando no Dia dos Namorados é o maior em 3 anos

Redação com assessoria / 9:29 - 04/06/2016

Em Maceió, 59% devem presentear no 12 de junho, segundo pesquisa da Fecomércio


Imagem: internet

Imagem: internet

A crise pode estar no dia a dia das pessoas, mas o amor merece seus sacrifícios. A Pesquisa de Intenção de Compra para o Dia dos Namorados, realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Alagoas (Fecomércio/AL) e divulgada nesta sexta (03), aponta que 59% dos enamorados pretendem presentear seu parceiro no próximo dia 12 de junho. Este é um percentual maior do que os registrados nos últimos dois anos: 54%, em 2015; e 57%, em 2014.

A projeção maior na intenção de compras pode sinalizar uma recuperação da economia, pois já há indícios de leve melhora na atividade econômica e do consumo, conforme pesquisas mensais divulgadas pelo IBGE e pelo próprio Instituto Fecomércio AL, demonstrando que as famílias de maior renda retomaram o consumo na capital.

O levantamento também aponta que 67% dos casais pretendem comemorar a data. Destes, 47,48% irão celebrar com almoço ou jantar em restaurantes; 23,44% com almoço ou jantar em casa; 11,87% em cinema ou teatro; 10,39% com viagem; e 3,56% em hotel/motel.

O levantamento aponta ainda que 40% dos entrevistados não vão presentear pelos seguintes motivos: não têm a quem presentear (64,58%); falta de costume em presentear (14,68%); estão mais cautelosos (11,98%); estão endividados (6,77%); estão desempregados (2,08%); outros (4,69%). Apenas 1% dos entrevistados não presenteará.

Tipo dos presentes

As roupas/vestuários serão os itens mais procurados (39,67%), seguidos de calçados/bolsas (14,33%), perfumes/cosméticos (12,67%), bijuterias/jóias (7,67%), eletrônicos/eletrodomésticos (3%), flores (2,33%), livros e celular/smartphone aparecem empatados (2%). As cestas de café da manhã, que no ano passado eram a preferência de 10,1% dos entrevistados, apareceram como opção para apenas 1% dos enamorados. Já 13,67% (outros) escolherão presentes diferentes das opções tradicionais.

Diferentemente dos anos anteriores, quando as lojas do Centro de Maceió e dos shoppings apareciam com percentuais aproximados, a pesquisa do Instituto Fecomércio aponta que este ano a comodidade dos shoppings atrairá mais consumidores: 76,85%, contra 13,09% que optarão pelas lojas do Centro. Já 4,03% preferirão as lojas de rua/bairro/galeria e 1,01%, as lojas online.

Em relação aos fatores que influenciarão a escolha do presente estão: preços (18,46%), qualidade dos produtos (17,79%), proximidade (15,77%), conforto (10,40%), praticidade (8,72%), variedade (8,39%), recepção dos vendedores (5,70%), promoções (5,37%) e vitrines (1,68%); enquanto 6,04% já saem de casa sabendo o que comprarão.

Em relação ao pagamento, a maioria dos entrevistados fugirá do parcelamento, optando por pagar à vista em dinheiro (46,15%) ou via cartão de débito (10,03%). Mas essa não será a realidade de 39,13%; percentual de entrevistados que farão uso do cartão de crédito/parcelado. O crédito rotativo será a escolha de 4,01%.

O gasto com presente será entre R$ 51 e R$ 100 para 37,79%. Já para 17,39%, os presentes deverão custar entre R$ 151 a R$ 200 e, para 16,39%, entre R$ 101 e R$ 150. Mas há quem desembolsará mais: 6,69% comprarão acima de R$ 400; 5,69 % entre R$ 251 e R$ 300; 4,35 entre R$ 201 e R$ 250; e 2,34 entre R$ 301 e R$ 400.

Perfil dos entrevistados

Do universo de entrevistados sobre a intenção de compras para o Dia dos Namorados, 51% são do sexo masculino e 49% do feminino, sendo a maior parte com faixa etária entre 25 a 34 anos (36,6%) e 18 a 24 anos (35,8%). Quanto ao grau de instrução, 45% possuem nível superior, 46% ensino médio, 5,4% fundamental, 3,8% técnico e 2,4% pós-graduação. A maioria (58,8%) tem renda mensal compreendida entre dois e cinco salários mínimos.

O levantamento teve como amostragem 500 entrevistados ouvidos nos dias 30 e 31 de maio. Os questionários foram compostos por perguntas fechadas e aplicados pelo método de pesquisa direta. O nível de confiança da amostra foi de 95% e margem de erro de 5%.

A pesquisa completa está disponível no endereço da Fecomércio www.fecomericio-al.com.br/ifepd/

 


Comentar usando