Boa Noite!, Terça-Feira - 19 de Junho de 2018

 

Procon Alagoas lança campanha “De olho na validade”

Agência Alagoas / 2:08 - 14/06/2018

Consumidor poderá fiscalizar e denunciar produtos que estiverem fora da validade e receber gratuitamente um produto idêntico


Na entrada dos estabelecimentos, haverá um cartaz oficial da campanha informando sobre o direito do consumidor (Ascom Procon AL)

Na entrada dos estabelecimentos, haverá um cartaz oficial da campanha informando sobre o direito do consumidor (Ascom Procon AL)

O Procon Alagoas firmou parceria com a Associação dos Supermercados de Alagoas (ASA) no lançamento da Campanha “De olho na validade”. O termo de convênio foi assinado pelo diretor presidente, Galba Novaes Netto e o presidente da ASA, Raimundo Barreto, ontem, na sede do instituto.

 

“O intuito dessa ação é melhorar cada vez mais a prestação de serviços oferecidos ao consumidor, porque acaba estimulando os empresários alagoanos à estarem sempre adequados dentro das normas consumeristas”, explicou o diretor presidente Galba Netto.

 

Na campanha, que já está em ação, o consumidor que encontrar qualquer produto fora da validade, antes de passar pelo caixa, tem o direito de receber gratuitamente um produto idêntico, dentro do prazo de validade.

 

A ação tem como objetivo maior transformar o consumidor em um agente fiscalizador direto, para garantir os seus direitos e orientar o setor de supermercados à estarem sempre de olho em seus produtos e nos serviços prestados.

 

As regras da campanha são as seguintes: se o consumidor encontrar um  produto fora da validade, ele deve apresentar ao responsável do estabelecimento, que têm a obrigação de dar um produto idêntico à esse consumidor. Caso o estabelecimento não tenha o mesmo produto, naquele momento, o consumidor deve receber uma mercadoria similar, ou de igual valor. O produto também deve ser escolhido na mesma secção da mercadoria que estiver vencida.

 

Na entrada dos estabelecimentos, haverá um cartaz oficial da campanha informando sobre o direito do consumidor.


Comentar usando