Piloto de asa delta pousa, por engano, no Palácio da Alvorada

Redação com agências / 11:29 - 12/08/2017

Homem participava do Campeonato Mundial de Asa Delta e foi liberado para retornar à competição


Denio Simões/Agência Brasília

Pilotos em asa delta (Foto: Denio Simões/Agência Brasília)

Um piloto de asa delta pousou no Palácio da Alvorada na tarde desta sexta-feira (11/8). O Palácio do Planalto confirmou o episódio que teria acontecido por acidente. O atleta estaria na capital para participar do Campeonato Mundial de Asa Delta da Federação Aeronáutica Internacional (FAI) e teria aterrissado no local por engano.

Momentos depois do incidente, o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência (GSI) confirmou que a equipe de segurança tem conhecimento do evento esportivo e que o piloto seria liberado e conduzido para o local final da prova, que fica em frente à Catedral de Brasília. O Planalto não divulgou a identidade do competidor.
Brasília é sede do Campeonato Mundial, que terá duração de duas semanas com os melhores pilotos de voo livre do mundo — 142 concorrentes de 29 países. A competição está na 21ª edição para os homens e na 14ª para as mulheres e vai até 19 de agosto.
Invasão inocente
A presença do atleta é a “terceira invasão” que as residências oficiais de Michel Temer enfrentam este ano, porém foi a primeira a ser, de fato, considerada um incidente. Em junho passado, um adolescente de 15 anos pegou o carro da família escondido de seus pais e invadiu o Palácio da Alvorada, destruindo portões e sendo parado apenas após derrubar o portão interno do prédio. Ele foi detido por oficiais do Exército e devolvido aos pais após assinatura de um Termo Circunstanciado (TC) na Delegacia da Criança e do Adolescente.
Menos de uma semana depois, uma mulher “aparentemente embriagada” pulou a cerca de segurança e entrou na área externa do Palácio do Jaburu, onde estavam Michel Temer e sua família. A mulher também foi detida pelo Exército e assinou um TC na Polícia Federal.

Comentar usando