Boa Noite!, Domingo - 21 de Outubro de 2018

 

PC prende dois e recupera veículo após perseguição em Murici

Ascom PC-AL / 3:13 - 11/05/2018

Jovem foi preso e adolescente apreendido; eles foram autuados em flagrante


Carro foi recuperado por policiais civis após perseguição policial (Assessoria)

Carro foi recuperado por policiais civis após perseguição policial (Assessoria)

Agentes da Polícia Civil (PC) do 116º Distrito Policial (DP) efetuaram, na noite desta quinta-feira (10), a prisão de Breno Andreas dos Santos Silva, 18, e a apreensão de um adolescente de 15 anos, que roubaram um veículo Chevrolet Prisma de propriedade de uma advogada na cidade de Murici.

De acordo com o delegado titular de Murici, Cayo Rodigues, os policiais foram comunicados do roubo pela vítima e imediatamente partiram no encalço dos assaltantes, alcançando-os no entroncamento entre as BR’s 104 e 101, nas imediações da cidade de Messias.

“Foi dada ordem de parada, mas os ocupantes do veículo não obedeceram. Diante da situação, a equipe policial emparelhou a viatura com o carro roubado e atirou em seus pneus traseiros. Sem conseguir prosseguir com a fuga, os criminosos se renderam e foram detidos pelos agentes da Polícia Civil”, disse o delegado.

O veículo foi recolhido sem outros danos e os infratores foram conduzidos ao Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) de Murici, onde foram autuados pelo crime de roubo majorado.

Ao chegar na Delegacia, a PC fez levantamentos e descobriu que Breno possuía mandado de prisão em aberto expedido pela 17a Vara Criminal da Capital, e tem registros policiais por tráfico de drogas (três vezes), roubo a coletivo e dano.

A autoridade policial informou ainda que os infratores foram reconhecidos como sendo os mesmos autores do roubo de um veículo Hyundai HB20, ocorrido no último domingo, também em Murici.

“A Polícia Civil investiga agora qual a destinação que era dada aos veículos roubados pela dupla, e se há participação de outros indivíduos nas ações criminosas, seja no planejamento, execução ou receptação dos automóveis”, concluiu o delegado Cayo Rodrigues.


Comentar usando