O Dia Mais leva o 1º lugar no Prêmio José Marques de Melo de Jornalismo Científico

Da Redação / 9:40 - 10/07/2017


[Foto: Felipe Brasil]

[Foto: Felipe Brasil]

O portal de notícias O Dia Mais foi o grande vencedor na categoria Webjornalismo na 1ª Edição do Prêmio José Marques de Melo de Jornalismo Científico. A jornalista Mariana Lima levou o 1º lugar com o trabalho “Prazer, sou cientista de Humanas”.

A cerimônia de premiação dos melhores trabalhos, comandada pela jornalista Mariana Godoy, aconteceu neste sábado, no espaço Pierre Chalita, na Pajuçara.

Nesta mesma categoria, os portais Tribuna Hoje e Gazetaweb ficaram em 2º e 3º lugares, respectivamente. Na categoria Especial, os jornalistas Eduardo Almeida e Jamylle Bezerra, do Gazetaweb foram os grandes vencedores, com o trabalho: “Ilustres desconhecidos marcam a história de Alagoas nos últimos 200 anos”.

A cerimônia foi marcada por muita emoção com a presença do jornalista alagoano, José Marques de Melo, que foi homenageado dando nome ao prêmio.

Segue lista com os premiados:

Categoria Webjornalismo

1º lugar: Mariana Lima (O Dia Mais); “Prazer, sou cientista de Humanas”

2º lugar: Rívison Batista e Lucas França (Tribuna Hoje); “Farmácia Viva: Ufal e sabedoria popular unem-se em prol da saúde da população”

3º lugar: Jamylle Bezerra e Madysson Weslley (Gazetaweb); “Pesquisas que transformam: Jovens criam itens sustentáveis para construção civil”

Categoria Especial – Bicentenário de Alagoas

1º lugar: Eduardo Almeida e Jamylle Bezerra (Gazetaweb); “Ilustres desconhecidos marcam a história de Alagoas nos últimos 200 anos”.

2º lugar: Juliana dos Anjos, Maria Maciel, Vera Valério Tenório Barros, José Pereira e Janilton da Silva (TV Pajuçara); “A trajetória do desenvolvimento científico-tecnológico de Alagoas”

Categoria Estudante

1º lugar: Lucas Thaynan, Graziela França, Andreza Cristhina e Karina Karolynne (UFAL); “Na rota dos ventos: AL desperdiça potencial de energia eólica”

2º lugar: José Henrique Neto (UFAL); “Sítios Arqueológicos são descobertos em Canapi, interior de Alagoas”

Categoria Jornalismo Impresso/Texto

1º lugar: Larissa Bastos (Gazeta de Alagoas); “O Grande Lumeeiro”

2º lugar: Thiago Gomes e Elisana Teixeira (Gazeta de Alagoas); “Pode ser a gota d’água”

3º lugar: Evellyn de Lima e Lucas França (Tribuna Independente); “Aplicativo promove acesso à cultura para deficientes visuais”

Categoria Jornalismo Impresso/Imagem

1º lugar: Pablo Alfredo de Luca (Revista Graciliano Ramos); “Exemplo da recuperação da Mata Atlântica”

2º lugar: Marcus Vinícius Luna (Tribuna independente); “O fim das trevas”

3º lugar: Adaílson Calheiros (Tribuna Independente); “Faça-se a luz: Alagoas, o novo oásis da energia solar”

Categoria Radiojornalismo

1º lugar: Géssika Costa e Flávia Pâmela de Lima (Agência Rádioweb); “Pesquisa aborda redes sociais no combate ao Zika Vírus”

2º lugar: Carlos Madeiro e Giuliano Porto (Instituto Zumbi dos Palmares); “O melhoramento genético bovino em Alagoas”

3º lugar: Nathália Lopes e Gésia Malheiros (Rádio Pajuçara); “Invenção de estudantes barateia construção de robô e previne praga do Coral Sol”

Categoria Reportagem Cinematográfica

1º lugar: José Pereira (TV Pajuçara); “Farinha de Jenipapo: tentando eles podem sacudir o mundo”

2º lugar: Welliton Soares (TV Pajuçara); “Telemedicina: Tecnologia ajuda a salvar a vida de vítimas de infarto em Alagoas”

3º lugar: Henrique Moura (TV Pajuçara); “Calculadora criada pro alagoanos auxilia médicos em diagnósticos”

Categoria Reportagem de TV

1º lugar: Marcus Toledo (TV Ponta Verde); “Conhecimento técnico encontra solução simples para levar água a comunidades carentes”

2º lugar: Júlio Arantes, Marcos Araújo e Maria Maciel (TV Educativa); “Recursos não liberados sufocam pesquisa de fitoterápicos”

3º lugar: Mauro Wedekin, Alexandre Lino, Flávio Santos e Chico Nogueira (TV Mar); “Desconectados.com.br”


Comentar usando