Boa Tarde!, Quinta-Feira - 15 de Novembro de 2018

 

MPE recebe denúncia de uso de “robôs” em campanha política no Facebook

Assessoria MP / 4:38 - 13/09/2018

Órgãos de fiscalização investigarão ataques em comentários programados e padronizados, feitos por perfis na internet


Na noite da última quarta-feira (12), o Ministério Público Eleitoral recebeu denúncia de que robôs estariam sendo usados para atacar candidato alagoano, por meio de comentários agressivos em postagens de Facebook. Segundo o denunciante, os ataques estariam vindo de perfis espalhados por diversos estados brasileiros e de outros países.

A vítima afirma que comentários programados com padrões já identificados coincidem com artifícios usados por redes de engajamento falso já desbaratadas em operações policiais anteriores.

Para o Ministério Público Eleitoral, as provas apresentadas devem ser investigadas e vai requerer ao Tribunal Regional Eleitoral e à Polícia Federal a apuração dos fatos.

“Estamos atentos a tudo o que tem acontecido nesta campanha. Esperávamos que casos isolados de fake news acontecessem, mas torcíamos para que o processo eleitoral em Alagoas não fosse maculado por este tipo de ação orquestrada por meio de robôs. O caso parece sério e pode haver mais vítimas que ainda não conseguiram identificar a forma de operação destas máquinas programadas. Faremos o possível para garantir a lisura de todo o processo eleitoral”, afirmou a procuradora Regional Eleitoral Raquel Teixeira.

Detalhes – Por estar em fase de investigação e para evitar uso político em benefício ou prejuízo de candidatos, o Ministério Público Eleitoral não informará, por ora, maiores detalhes do caso.

Robôs ou “bots” – Os robôs são programas que fazem postagens pré-programadas automaticamente. Possuem uma lista de contas (perfis) falsas, que são operadas por uma máquina, normalmente com o intuito de fazer trending topics. Você cria uma hashtag que está bombando por meio de uma ação falsa, e não porque as pessoas estão falando. É uma estratégia muito comum no Twitter.

No Facebook, a mesma estratégia pode ser usada para elogiar, defender ou atacar alguém, no período eleitoral pode ser usado para atacar adversário político.


Comentar usando