Mestres do Recife vão ensinar público a tocar maracatu na Praça Multieventos

Assessoria / 3:02 - 14/11/2017

Mestres do Recife vão ensinar público a tocar maracatu na Praça Multieventos


Resultado de imagem para maracatuAs oficinas, ambas às 14h, são uma oportunidade para que os “curiosos” possam ter um primeiro contato com o maracatu e seus instrumentos, ao mesmo tempo em que batuqueiros com alguma experiência podem aprender mais sobre o “sotaque” de duas grandes Nações de Maracatu do Recife.

No sábado, Maria Luna, Francisco Júnior e Madson José, que auxiliam o Mestre Adriano Mumu no apito do Maracatu Cambinda Estrela, deixam suas impressões na oficina de maracatu de baque virado. Já no domingo, a oficina será conduzida pelo Mestre Hugo Leonardo, no Maracatu Leão da Campina, que também vai participar de uma das mesas redondas do evento no período da manhã.

O Maracatu Nação Leão da Campina ainda será uma das apresentações artísticas da noite de domingo, junto com o Coco de Besouro Mangangá, ambos do Recife. No sábado, as atrações serão Maracatu Baque Alagoano e Xique Baratinho. Todos os shows serão no palco montado na Praça Multieventos, a partir das 19h, e abertos ao público.

Contudo, apenas aqueles inscritos no Encontro de Maracatus podem participar das oficinas. Atendendo a pedidos de alguns interessados, o Maracatu Baque Alagoano, organizador do evento, liberou inscrições apenas para os eventos em Maceió, que serão realizados no Espaço Cultural Zumbi dos Palmares, na Praça Multieventos, mediante investimento cultural de R$ 20. Os três dias de evento, com transporte para a Serra da Barriga, em União dos Palmares, seguem R$ 30. As inscrições podem ser feitas no blog do Maracatu Baque Alagoano (maracatubaquealagoano.blogspot.com.br) ou através de seu Facebook (facebook.com/baquealagoano) ou Instagram (@baquealagoanomaracatu).

Outras atividades

Apesar de o Encontro de Maracatus começar no fim da semana, as atividades no Espaço Cultural Zumbi dos Palmares se iniciam nesta quarta-feira (15), com as oficinas, palestras e feira de produtos quilombolas do Projeto Vamos Subir a Serra, promovido pelo Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô. Na sexta (17), será a vez do Saurê Palmares, com apresentações de grupos culturais para celebrar o Mês da Consciência Negra.

A integração de eventos de diferentes atores vem em um esforço para aumentar o impacto e a relevância do 20 de Novembro no cenário nacional, a partir de Alagoas, estado de Zumbi, Ganga Zumba, Dandara e o Quilombo dos Palmares.


Comentar usando