Boa Tarde!, Sexta-Feira - 19 de Outubro de 2018

 

Manuela D’Ávila não comparou popularidade do PT com Jesus Cristo

Folhapress / 3:09 - 10/10/2018

O texto creditado a Manuela D’Ávila foi uma reformulação de um comentário emblemático de John Lennon, de 1966


(Reprodução)

(Reprodução)

Não é verdadeiro que Manuela D’Ávila (PCdoB) disse que o cristianismo irá desaparecer e que, no momento, sua chapa é mais popular que Jesus.

O boato foi desmentido pela vice de chapa de Fernando Haddad (PT) em suas redes sociais pouco antes do primeiro turno, no dia 4 de outubro. “É assim, mentindo descaradamente que eles querem ganhar as eleições”, diz o tuíte.

O texto creditado a Manuela D’Ávila foi uma reformulação de um comentário emblemático de John Lennon, de 1966. Em entrevista ao tabloide inglês London Evening Standard, o músico comparou a popularidade dos Beatles com a de Jesus Cristo.

“O cristianismo irá embora. Vai desaparecer e encolher. Eu não preciso discutir sobre isso, estou certo e ficará provado que estou certo. Somos mais populares que Jesus agora. Eu não sei quem vai acabar primeiro, rock’n’roll ou cristianismo. Jesus era legal, mas seus discípulos são grossos e medíocres. São eles distorcendo isso o que estraga, pra mim”, disse o músico na ocasião.


Comentar usando