Bom Dia!, Quarta-Feira - 19 de Setembro de 2018

 

Maceió recebe 11ª Mostra Cinema e Direitos Humanos

Agência Alagoas / 2:25 - 08/05/2017

Evento conta com a parceria da Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos


Circuito principal conta com 29 filmes, entre curtas, médias e longas-metragens, divididos em três mostras diferentes

Maceió vai receber, no período de 5 a 9 de junho, a 11ª Mostra Cinema e Direitos Humanos. O circuito principal conta com 29 filmes, entre curtas, médias e longas-metragens, divididos em três mostras diferentes: Panorama, Temática e Homenagem. O evento será realizado no Museu da Imagem e do Som (Misa) e todas as exibições serão gratuitas.

A atração é promovida pelo Ministério dos Direitos Humanos, em Alagoas, conta com a parceria da Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh) e é uma das estratégias do Governo Federal para a consolidação da cultura e educação em Direitos Humanos, por meio da ampliação de espaços de debates e discussões sobre os filmes exibidos.

Para a secretária da Mulher e dos Direitos Humanos, Claudia Simões, “a mostra será de grande importância, pois além de proporcionar um enriquecimento cultural com a exibição de diversos filmes renomados pela crítica de cinema também representa mais uma oportunidade para discutirmos temas de tamanha relevância, como os voltados aos direitos humanos”.

A Mostra Panorama apresentará dezessete filmes ligados a diferentes aspectos dos direitos humanos; a Mostra Temática irá exibir sete películas que abordam a questão de gênero; e a Mostra Homenagem será dedicada à cineasta Laís Bodansky, que explora em seus filmes as questões de igualdade e direitos de oportunidades.

 

Programação:

Dia 5 de junho – segunda-feira

20h – Solenidade de abertura

Mostra Panorama

Depois Que Te Vi: Livre | Direitos da Pessoa com Deficiência

Mostra Temática

De Que Lado Me Olhas: Livre | Diversidade sexual / Cidadania LGBT

 

Dia 6 de junho – terça-feira

14h – Mostra Homenagem

Cartão Vermelho: 14 anos | Direitos das mulheres

Bicho de sete cabeças: 14 anos | Direitos humanos e saúde mental

16h – Mostra panorama

Manancial: Livre | Direito ao meio ambiente sustentável

Menino 23: 10 anos | Direitos da criança e do adolescente / Igualdade racial / Trabalho escravo

18h – Mostra Homenagem

As Melhores Coisas do Mundo: 14 anos | Direitos da criança e do adolescente / Diversidade sexual

20h – Mostra Panorama

Humano – Uma Viagem pela Vida: 12 anos | Direitos humanos

 

Dia 7 de junho – quarta-feira

14h – Mostra Temática

Madre Perola: 10 anos | Direitos das mulheres

Meu Nome é Jacque: 12 anos | Cidadania LGBT / Diversidade sexual

16h – Mostra Homenagem

Chega de Saudade: 12 anos | Direito da pessoa idosa

18h – Mostra Panorama

Intolerância.doc: 14 anos | Direitos humanos / Segurança pública

20h – Mostra Panorama

Ilha: 12 anos | Direito à saúde mental / Dignidade da pessoa humana

Epidemia de Cores: 8 anos | Direito à saúde mental

 

Dia 8 de junho – quinta-feira

14h – Mostra Temática

A História da Menininha que Amava Borboletas: 14 anos | Direitos das mulheres

Precisamos Falar do Assédio: 14 anos | Direitos das mulheres

16h – Mostra Homenagem

Mulheres Olímpicas: Livre | Direitos das mulheres

18h – Mostra Panorama

Estrutural: 14 anos | Direito à moradia / Violência policial / Direito à memória e verdade / Direito à terra

20h – Mostra Panorama

Tortura Tem Cor: Livre | Combate à tortura / Direito à memória e verdade

Quem? Entre Muros e Pontes: 12 anos | Direitos dos refugiados

Índios no poder: 10 anos | Direitos da população indígena

 

 Dia 9 de junho – sexta-feira

14h – Mostra Temática

Pobre Preto Puto: 12 anos | Cidadania LGBT

Carol: 14 anos | Direitos das mulheres / Direitos da Pessoa com Deficiência

16h – Mostra Panorama

Como Seria?: 12 anos | Direitos da Pessoa com Deficiência

Lápis Cor de Pele: Livre | Direitos da população afrodescendente / Igualdade racial / Infância

Pai aos 15: 10 anos | Direitos da criança e adolescente / Igualdade racial / Infância

Chá do General: Livre | Relações intergeracionais

Do Que Aprendi com Minhas Mais Velhas: Livre | Diversidade religiosa / Cultura tradicional


Comentar usando