Boa Tarde!, Quarta-Feira - 15 de Agosto de 2018

 

Leslie Jones, de “Caça-fantasmas”, é vítima de racismo no Twitter

Uol / 8:55 - 19/07/2016


A atriz Leslie Jones, estrela da nova versão de “Caça-fantasmas”, publicou nesta segunda-feira (18), em sua conta no Twitter, vários dos insultos racistas que vem recebendo.

Os comentários revelados incluem xingamentos, imagens pornográficas e, principalmente, comparações com macacos, como Harambe, o gorila morto em um zoológico nos Estados Unidos após uma criança entrar em sua jaula.

“Fui chamada de símio, mandaram fotos de suas bundas, até recebi uma foto minha com sêmen na minha cara. Ainda estou tentando entender o que significa ser humano. Estou fora”, postou Leslie.

“Sabe, vou parar de bloquear para vocês todos poderem olhar o que eu recebo e verem as besteiras. Vocês não acreditarão na maldade. É assustador.”

CnrhfxRWgAEcj7G

Tradução livre: “isso é você, não Harambe. Não o insulte”

CnrW9PKWgAAsSau

Tradução livre: “ela é a líder do grupo”

CnrMViOXEAAPMx6

Tradução livre: “eu sei que você só queria proteger aquele garoto” 

Além de motivar insultos racistas, o filme tem causado polêmica também por se tratar de um remake protagonizado por mulheres, o que, segundo parte dos internautas, não faria sentido, sendo “coisa de feminazi”.

Ainda antes da estreia, dois trailers de “Caça-fantasmas” bateu recorde de “dislikes” (reprovações) no YouTube, se aproximando da marca de 1 milhão.

O diretor do filme, Paul Feig, vem se posicionando veementemente contra às críticas misóginas que a história vem sofrendo. Em entrevista recente, chegou a afirmar que ele e o elenco sofreram ameaças de morte.

“Leslie Jones é uma das maiores pessoas que eu conheço. Qualquer ataque pessoal contra ela são ataques contra todos nós”, publicou o cineasta nesta segunda no Twitter.


Comentar usando