, Sábado - 23 de Junho de 2018

 

Instalação de lixeiras abre nova fase do Projeto Praia Viva

Redação com assessoria / 5:16 - 15/02/2016

Lixeiras na faixa de areia e ações de educação ambiental vão estimular limpeza e coleta seletiva


Na manhã desta segunda-feira (15), a faixa de areia da orla marítima de Pajuçara começou a receber 50 novas lixeiras que terão um importante papel na manutenção da limpeza das praias urbanas. A medida é mais uma etapa do Projeto Praia Viva, conduzido pela Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal e contou com a parceria da Braskem.

Cada uma delas possui dois compartimentos: um para lixo orgânico e outro para resíduos recicláveis. Além dos coletores, serão instalados containers dedicados à coleta específica de materiais não recicláveis e recicláveis, que serão recolhidos pela Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió (Slum), para melhorar o padrão de limpeza e promover mais sustentabilidade na área. Duas cooperativas de materiais recicláveis credenciadas na Prefeitura irão receber os resíduos separados.

Uma solenidade marcou a entrega das lixeiras nesta segunda e foi prestigiada pelo prefeito Rui Palmeira, secretários municipais, líderes comunitários, servidores e parceiros.

15MA-Praia-Viva-Lixeiras-40-1024x680

Foto: Secom Maceió

 

Para Rui Palmeira, estimular a limpeza e a coleta seletiva pode gerar grandes benefícios, emprego e renda, além de evitar a poluição de praias e córregos. “Estamos iniciando por Pajuçara, em seguida, Ponta Verde, Jatiúca e Cruz das Almas, mas já pensando em expandir para outras áreas do nosso litoral. Para isso, estamos conversando com outros parceiros da iniciativa privada, sabendo da importância de ampliar esse trabalho”, destacou o prefeito.

A Braskem foi representada pelo diretor industrial, Álvaro César. Ele destacou que a parceria com o Município tem se mostrado positiva. “O poder público tem a gestão sobre o bem público e a iniciativa privada, em seu modelo de gestão. Juntos, conseguimos realizar ações que beneficiam a comunidade, a exemplo dessas lixeiras. Isso é bom para a sociedade, bom para o turismo e para a cidade de Maceió”, declarou o diretor da empresa.

Foto: Secom Maceió

Foto: Secom Maceió

A instalação das lixeiras é apenas uma das ações do projeto que prevê diversas iniciativas na áreas de limpeza, ordenamento de prestadores de serviço e qualificação dos serviços prestados aos frequentadores da orla.

“O projeto Praia Viva tem um vasto conjunto de ações como o disciplinamento, ordem, regras de uso da praia pelos ambulantes e banhistas. O projeto também tem uma conotação muito forte de proteção ao meio ambiente que está sendo fortalecido com a coleta seletiva, que será trabalhada com as lixeiras em articulação com as barracas e quiosques e cooperativas que trabalham com reciclagem”, disse o secretário de Promoção do Turismo, Jair Galvão.

Paralelamente à distribuição dos coletores, a Slum irá atuar na sensibilização dos frequentadores da praia através da abordagem de educadores ambientais que irão conscientizar moradores e turistas sobre a importância de se colaborar com a limpeza do trecho de areia.

O projeto Praia Viva também contempla ações de capacitação dos prestadores de serviço da orla, linhas de crédito especial para esses profissionais e definição de normas e diretrizes para a regulação da atividade dos cerca 200 ambulantes que atuam oficialmente na faixa de areia.

 


Comentar usando