Imprensa Oficial Graciliano Ramos lança O Mundo do Menino Impossível, de Jorge Lima

Assessoria / 11:08 - 24/08/2017

Festa de lançamento acontece nesta quinta na sede da Academia Alagoana de Letras


No ano em que se comemora os 200 Anos da Emancipação Política de Alagoas, a Imprensa Oficial Graciliano Ramos lança uma nova edição de uma das obras mais importantes de Jorge de Lima: O Mundo do Menino Impossível.

A cerimônia de lançamento será realizada na sede da Academia Alagoana de Letras, localizada numa antiga casa onde morou o escritor, na Praça Sinimbu, com coquetel e show da banda Divina Supernova. O evento gratuito e aberto ao público, será iniciado às 19h, e contará com a presença da artista gráfica Chris K, autora das ilustrações da nova edição.

De acordo com Marcos Kummer, diretor presidente da Imprensa Oficial Graciliano Ramos, esta é a primeira vez que uma editora alagoana publica um título do genial poeta Jorge de Lima cujos direitos autorais pertenciam à editora Cosac Naify, até a sua recente extinção. “A publicação deste livro envolveu um processo de negociação com Laura Riff, da Agência Riff, sediada no Rio de Janeiro, uma das maiores agentes literárias do Brasil. Ela também representa autores como Carlos Drummond de Andrade, João Cabral de Mello Neto e Ariano Suassuna e Luís Fernando veríssimo”, celebra.

Kummer explica que a escolha do título O Mundo do Menino Impossível para publicação da Imprensa Oficial Graciliano Ramos não foi aleatória. “Queríamos lançar mão de um título que permitisse cooptar novos leitores para a obra de Jorge de Lima desde cedo, visando popularizar os seus livros. A nossa versão de O Mundo do Menino Impossível preserva o estilo narrativo infantil da primeira edição, lançada em 1927”, afirma, mencionando que a nova edição do livro dispõe de todas as credenciais para ser adotado tanto pelas escolas públicas quanto pelas privadas de Alagoas e do Brasil.

                                                                                                                                          Sobre o livro

O Mundo do Menino Impossível é o poema que demarca a entrada de Jorge de Lima no modernismo e o consequente rompimento com o estilo parnasiano de sua produção poética. O poema, publicado pela primeira vez há 90 anos, foi impresso em 300 cópias numeradas, ilustradas pelo próprio autor, colorizadas pelo seu irmão Hildebrando de Lima, também escritor. As ilustrações marcam ainda o início de sua incursão pelo mundo das artes visuais.

Os versos de O Mundo do Menino Impossível discorrem sobre o mundo encantado da imaginação infantil, onde todas as brincadeiras acontecem. Para o personagem central do enredo, a graça não está nos brinquedos refinados, dados pelos avós. Grande parte da diversão reside nos bois, ovelhas e cangaceiros, confeccionados com pedrinhas, sabugos de milho e tacos de madeira, feitos com as próprias mãos.

Ao contrário das crianças mansas que dormem cedo, acalentadas pela “Mãe-negra Noite”, o menino impossível brinca até a exaustão, enquanto a mamãe cochila, o papai cabeceia e o relógio badala. Porque o soninho sossegado só chega, sem que ele perceba, quando o mundo está povoado pelas criaturas mágicas que inventou.

Jorge de Lima

 É um dos mais ecléticos artistas brasileiros. Foi poeta, romancista, biógrafo, ensaísta, tradutor, pintor, médico e político. Nascido em União dos Palmares, em 1893, transitou por diversos estilos literários, entre eles, o parnasiano, o modernismo e na pintura, com o surrealismo. Parte marcante de sua temática poética é dedicada à religião, mas também às questões sociais do Nordeste e às raízes africanas da cultura brasileira. Suas obras mais conhecidas são o romance “Calunga” (1935), Poemas Negros (1937) e A Invenção de Orfeu (1952), sem esquecer de mencionar o poema “Essa Negra Fulô”.

Christianne Cavalcante – Chris K

É ilustradora desde que se conhece por gente, mas somente aos 17 anos ensaiou seus primeiros passos no mercado profissional quando se lançou com amigos no projeto Napalm! Comics, composto por ilustradores, quadrinistas e roteiristas também alagoanos. Formada em Direito, manteve-se afastada do mercado criativo por um curto período, até que abraçou em definitivo o design e a ilustração, desenvolvendo projetos gráficos variados e dedicando-se á ilustração infantil em projetos que carregam o selo da Imprensa Oficial Graciliano Ramos, Edufal, Funarte, Gazeta de Alagoas e Systemic Editora. Hoje, tem o prazer enorme de dar vida a obra de uma dos mais célebres autores brasileiros, Jorge de Lima.


Comentar usando