Bom Dia!, Quarta-Feira - 15 de Agosto de 2018

 

IMA aponta 10 trechos impróprios para banho em Alagoas

Assessoria / 10:22 - 21/04/2018

Nos trechos foram encontrados bactérias causadoras de doenças e água contaminada por esgoto


O Instituto do Meio Ambiente (IMA) aponta 10 áreas impróprias para banho no litoral alagoano neste fim de semana. Com isto, os turistas e alagoanos devem ficar atentos a qualidade da água antes de um bom mergulho.

Segundo o boletim de balneabilidade do órgão ambiental, as amostras das águas foram colhidas nos dias 17 e 18 deste mês entre as Praias de Pontal do Peba e Maragogi e após análise, os técnicos constaram que 10 trechos não estão balneáveis.

No litoral sul, dois pontos do Rio São Francisco, em Piaçabuçu, um no Rio Niquim, na Barra de São Miguel, e um em Duas Barras, em Jequiá da Praia, devem ser evitados por banhistas por apresentar um número elevado de Escherichia coli (bactéria causadora de doenças).

Nas praias de Maceió, apenas três pontos foram considerados impróprios para banho. São eles: Praia de Jatiúca, na Avenida Álvaro Otacílio, entre as Avenidas Antônio de Barros e Empresário Carlos da Silva Nogueira e dois pontos da Praia da Avenida, Avenida Assis Chateaubriand, interseção com à rua Dias Cabral e interseção com à rua Barão de Anadia Já no litoral norte, o IMA recomenda que os banhistas não entrem no mar em três áreas da Praia de Maragogi.

A balneabilidade da água é determinada pela presença de coliformes fecais, detectados pela bactéria Escherichia coli (E.coli). Para ser considerado impróprio, o trecho deve apresentar na última semana um valor superior a 2.000 Escherichia coli por 100 ml de água.

Quem pretende mergulhar no mar em uma das praias alagoanas deve fazer uma pesquisa para não colocar a saúde em risco uma vez que o IMA recomenda que sejam evitados pontos com a presença de cursos d’água supostamente contaminados por esgotos.


Comentar usando