, Segunda-Feira - 22 de Outubro de 2018

 

HGE e Samu promovem ação educativa contra acidentes de trânsito

Agência Alagoas / 12:11 - 07/05/2018

Ação faz parte do movimento Maio Amarelo e visa conscientizar população sobre a importância de respeitar as leis de trânsito


A aposentada Maria José Santiago, de 65 anos, foi uma das centenas que participaram da segunda edição do evento promovido pelo Hospital Geral do Estado (HGE), no domingo (6), que visa chamar a atenção da sociedade sobre a importância de respeitar as leis de trânsito. Ambulâncias, helicóptero e equipes médicas e assistenciais simularam ações de socorro às vítimas de acidentes e apresentaram como a eficiência no atendimento de urgência e emergência pode salvar vidas.

“Foi bem marcante, acompanhei a chegada do helicóptero, vi as crianças aprendendo com os socorristas como imobilizar em casos de acidentes. Sem falar dos procedimentos de saúde realizados na ação”, comentou a aposentada.

Realizada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), com a parceria do Serviço Móvel de Urgência (Samu), a iniciativa faz parte do movimento Maio Amarelo. No local, a população teve acesso a serviços de saúde, como aferição de pressão arterial, teste de glicemia e teste rápido de HIV.

Ação de conscientização foi realizada em alusão ao movimento Maio Amarelo (Thiago Henrique)

O secretário de Estado da Saúde, Christian Teixeira, ressaltou a relevância de ações como esta e destacou o compromisso do Governo de Alagoas em prestar assistência para a sociedade.

“Ao longo dos anos, os números de vítimas no trânsito têm diminuído, por isso é importante trabalhar a prevenção e a conscientização. O governo vem investindo nesta área, dando novos equipamentos, a exemplo das ambulâncias e do helicóptero, que torna o atendimento mais célere em qualquer lugar do Estado; e, também, através dessas campanhas preventivas. Essa dedicação está sendo feita de forma mais intensa aqui na capital, Maceió, mas no interior também estamos beneficiando, principalmente Arapiraca, onde temos índices altíssimos de acidentes de trânsito envolvendo motocicletas”.

A gerente do HGE, Marta Mesquita, acrescentou que o hospital está atento à prevenção e ao atendimento de emergência, por isso tem surgido da unidade as ações que vem contribuindo positivamente com os índices de saúde do Estado.

Ação de conscientização foi realizada em alusão ao movimento Maio Amarelo

“Nós estamos preparados para atender os usuários do Sistema Único de Saúde politraumatizados. O HGE é o hospital em Alagoas referência em traumas, com estrutura assistencial para realizar os devidos tratamentos. Porém é preciso alertar que as incapacitações podem ser combatidas com a prevenção do trauma, ou seja, evitando os acidentes de trânsito”, pontuou a gestora.

Sobre a atuação dos socorristas na assistência às vítimas de trânsito, o superintendente do Samu, major Dábio Alvim, contou que 52% dos atendimentos realizados pelo Serviço referem-se a trânsito.

“A maioria ainda são acidentes com motociclistas, por isso acreditamos que a conscientização sobre a gravidade dos traumas, suas sequelas e custos, são fundamentais para alertar à sociedade. A população liga para o 192 e, a depender da gravidade e distancia do fato, enviamos o socorro necessário, terrestre ou aéreo. A assistência vem sendo feita e a conscientização também”, completou.

Das 31.787 ligações recebidas em Maceió pelo Samu somente no mês de abril deste ano, 378 foram atendimentos de trânsito e destes a maioria foi a motociclistas. Cerca de 52% desses socorros são relativos a colisão e quedas de motos.

Maria Amélia Uchoa, moradora da Ponta Verde, ficou bastante satisfeita com o trabalho do Samu. “Realmente é gratificante saber que temos uma equipe qualificada, ágil e eficiente para atender quando uma pessoa é vítima de colisão grave na estrada. E estou contente também por ver como os atendimentos estão sendo realizados pelas equipes que atendem nas ambulâncias”, disse.

De acordo com dados do HGE, em 2016, o hospital atendeu 9.415 pessoas com algum tipo de trauma relacionado a acidentes de trânsito. Destes, 4.222 envolveram motos, 3.269 colisões, 1.038 atropelamentos, 612 acidentes com bicicletas e 284 capotamentos.

No ano passado o número de pacientes que deu entrada no maior hospital público de Alagoas por envolvimento em acidentes de trânsito diminuiu, mas, ainda foi elevado, contabilizando 7.799 pacientes. Destes, 3.555 foram relacionados a motos, 2.614 colisões, 792 atropelamentos, 514 acidentes com bicicletas e 324 capotamentos.

Para os quatro primeiros meses de 2018, o HGE apresenta 2.640 acidentados nas vias alagoanas. Foram 1.162 envolvidos com motos, 921 colisões, 251 atropelamentos, 202 acidentes de bicicleta e 104 capotamentos.


Comentar usando