, Domingo - 22 de Julho de 2018

 

Facebook anuncia programa contra ‘fake news’ no ano eleitoral

FolhaPress / 2:56 - 10/05/2018

Aquelas que as agências confirmarem como falsas “terão sua distribuição orgânica reduzida de forma significativa”, não podendo mais ser impulsionadas


Nos EUA, segundo a plataforma, um programa semelhante teria reduzido "em até 80%" a distribuição daquelas notícias confirmadas como falsas pelos checadores (Arquivo)

Segundo a plataforma, um programa semelhante teria reduzido “em até 80%” a distribuição de notícias confirmadas como falsas pelos checadores (Arquivo)

seis meses das eleições, o Facebook anunciou que iniciará na próxima semana, no Brasil, um programa de verificação de notícias em parceria com as agências de checagem Lupa e Aos Fatos.

Segundo a plataforma, os dois serviços, ligados à International Fact-Checking Network (IFCN), rede de checadores organizada pelo instituto Poynter (EUA), terão acesso às notícias denunciadas como falsas pelos usuários.

Aquelas que as agências confirmarem como falsas “terão sua distribuição orgânica reduzida de forma significativa”, não podendo mais ser impulsionadas, diz o Facebook.

E “páginas que repetidamente compartilharem notícias falsas terão todo o seu alcance diminuído”, não podendo mais comprar anúncio para aumentar suas audiências.

Nos EUA, segundo a plataforma, um programa semelhante teria reduzido “em até 80%” a distribuição daquelas notícias confirmadas como falsas pelos checadores.

Responsável no Facebook por parcerias com veículos de mídia latino-americanos, Cláudia Gurfinkel afirma que o programa “é mais um passo” nos esforços da plataforma para combater “fake news”.

Cristina Tardáguila, diretora da Agência Lupa, que publica uma coluna na Folha, afirma ter entrado no programa “acreditando fortemente no impacto que ele terá, ainda mais num ano eleitoral”. Com informações da Folhapress.


Comentar usando