, Quarta-Feira - 15 de Agosto de 2018

 

Ex-aluno mata professor por ser reconhecido durante assalto

Redação com sites / 9:10 - 11/06/2018

Para a polícia, o crime confessado por Tiago vieira é considerado latrocínio


Um homem foi preso acusado de matar a tiros um professor que estava desaparecido desde a última sexta-feira (8). O crime aconteceu na madrugada deste domingo (10)  na AL-105, em Porto Calvo, e o copo da vítima foi encontrado às 10h20, após o suspeito confessar que teria atirado por ter sido reconhecido no momento do assalto. Para a Polícia o caso  é tratado como roubo seguido de morte (latrocínio).

(Foto: Cortesia)

De acordo com a Polícia Militar, Tiago Vieira, de 23 anos, disse ter matado o professor, Edmilson da Silva, de 41 anos, ao ser reconhecido, como sendo seu ex-aluno durante o assalto. Assim que foi reconhecido, o jovem atirou contra o professor e logo em seguida roubou sua motocicleta.

1c5a98f3 49d5 49b1 984f 2578c93ddd36

(Foto: Cortesia)

Tiago Vieira foi detido quando estava na Fazenda Várzea Grande, na zona rural de Porto Calvo. Ainda ontem, mais três jovens foram também foram presos suspeitos de participar do crime, porém, os policiais ainda não confirmaram a participação dos três homens no assassinato.

O professor Edmilson da Silva foi morto quando saiu de Porto Calvo e seguiu em direção a Jacuípe para lecionar no Assentamento Boa Vista, na zona rural. Ele ensinava há cerca de 20 anos no município e estava indo lecionar na Escola Municipal Dr. Júlio Uchôa, no período da tarde.


Comentar usando