, Quinta-Feira - 21 de Junho de 2018

 

Empresa não libera informações sobre viagens de motorista desaparecido

Redação / 3:02 - 29/01/2018

Parentes de José Walmir Saritta pediram ajuda no escritório da empresa para encontrar rapaz desaparecido desde a noite de domingo


A família pede que quer tiver notícias sobre o paradeiro de Walmir entre em contato (Divulgação)

A família pede que quer tiver notícias sobre o paradeiro de Walmir entre em contato (Divulgação)

Preocupados com o desaparecimento de José Walmir Saritta, que saiu para trabalhar como motorista do aplicativo 99POP na noite deste domingo (28) e não deu mais notícias, a família procurou o escritório do aplicativo em Maceió para tentar obter informações de suas corridas antes do desaparecimento, mas a empresa recusou-se a divulgar informações.

De acordo com a família, a resposta obtida foi que os dados só podem ser liberados mediante ordem judicial. Da mesma forma, ainda não foi possível registrar uma queixa formal de desaparecimento na polícia porque ainda não se passaram 24 horas desde que se teve notícias de Walmir pela última vez.

“Ele evangélico, nunca ficou fora de casa, foi demitido após 13 anos em uma empresa e foi ser motorista do aplicativo. Tá todo mundo desesperado, sem notícia”, relatou uma amiga da família em apelo nas redes sociais.

José Walmir Saritta desapareceu na noite deste domingo, após ter saído de casa para dirigir pelo aplicativo 99POP, de corridas de passageiros. Ele estava em um Voyage branco 2012, 4 portas, placa OHF7667 de Alagoas. Seu celular se encontra desligado e a última vez que esteve online nas redes sociais foi quando saiu de casa.

A família pede que qualquer informação seja repassada aos telefones 988092980 / 988240612/ 987448062 ou 98754-2344.


Comentar usando