Boa Tarde!, Sábado - 20 de Outubro de 2018

 

Doutorado sanduíche nos EUA: Fulbright responde às 10 perguntas mais frequentes

Alyshia Gomes / 11:53 - 02/09/2018


Vocês já sabem que tenho o maior prazer em divulgar oportunidades da Comissão Fulbright. Mencionei, aqui, que vários editais estão abertos. Mas o comentário desta semana trará informações bem mais precisas, pois vem diretamente de Taynara Ramos, Program Officer da Comissão Fulbright Brasil que, gentilmente, respondeu ao convite da coluna e enviou algumas perguntas e respostas sobre o DDRA. Você conhece? É o programa de bolsa de estudos no qual o doutorando de universidade brasileira tem a chance de fazer parte de sua pesquisa em uma universidade nos EUA por um período de, exatos, 9 meses.

As perguntas apresentadas por Taynara são as mais recorrentes. Portanto, atenção com as respostas e não se esqueça que uma aplicação forte vem, sempre, precedida de um período de busca de informações importante. Boa leitura!

  1. A Fulbright possui uma lista de Universidades participantes do programa? Posso escolher a universidade que pretendo realizar o doutorado nos EUA?

  • Não, a Fulbright não possui uma lista. A definição da Universidade é feita pelo candidato, que deve entrar em contato e solicitar a carta de aceite. Essa definição inclusive integra os itens a serem avaliados pela consultoria ad hoc, em especial a relevância e qualidade da Universidade na área de conhecimento da candidatura.

 

  1. Preciso apresentar a carta de aceite do Supervisor na Universidade nos EUA na inscrição?
  • Sim, a apresentação da carta de aceite é obrigatória.

 

  1. Qual o valor da bolsa?
  • O valor da bolsa depende da localidade da universidade escolhida pelo candidato. O valor é calculado de acordo com o U.S State Department Monthly Maintenance Rate (MMR).

 

  1. Sou estrangeiro, mas possuo visto de residência permanente no Brasil, posso me candidatar ao Programa?
  • Não, apenas Brasileiros natos ou naturalizados são elegíveis.

 

  1. Não tenho disponibilidade para iniciar o programa em agosto ou setembro, posso escolher outro período?
  • Não, o programa é desenvolvido para iniciar obrigatoriamente no Fall Term (agosto ou setembro).

 

  1. Posso levar dependentes comigo para os EUA? A bolsa fornece algum tipo de auxílio financeiro para dependentes?
  • Cônjuge e filhos menores de 21 anos podem acompanhar o bolsista durante o período da bolsa. MAS, o Programa não fornece subsídio adicional de manutenção para dependentes. Os bolsistas devem comprovar apoio financeiro, cobertura de seguro adequada para seus dependentes que atenda aos requisitos do Departamento de Estado dos EUA. Todos os custos com dependentes (passagem, moradia, alimentação, seguro saúde e transporte) deverão ser custeados pelo bolsista.

 

  1. Preciso ter passaporte para me inscrever ao Programa?
  • Não. Você pode apresentar a cópia de um Documento de identificação oficial com foto: carteira de identidade (frente e verso) ou carteira Nacional de Habilitação.

 

  1. Preciso ter o visto J-1 para me inscrever ao Programa?
  • Não, o visto J-1 será concedido apenas para os candidatos aprovados.

 

  1. Preciso traduzir meus diplomas e históricos?
  • Não, a Fulbright não exige tradução de históricos e diplomas. O candidato deverá apresentar os referidos documentos na língua oficial em que foi emitido.

 

  1. As duas cartas de recomendação podem ser redigidas em português?
  • Não, as cartas de recomendação devem obrigatoriamente ser redigidas em inglês. Caso a correspondência tenha sido originalmente escrita em outro idioma, deve-se apresentar a carta original com uma tradução não-oficial em língua inglesa anexada ao documento.

 

Agora é contigo! As inscrições vão até o dia 23 de setembro, então ainda dá tempo se organizar e se inscrever. Para tanto, siga as instruções do Guia específico para os candidatos brasileiros ao programa que está disponível em: https://fulbright.org.br/edital/doutorado-nos-eua/. E se mesmo assim  alguma dúvida persistir, escreva um mail para ddra@fulbright.org.br.

Se você quiser participar da coluna “Estudar Lá Fora” com sugestões, dicas e perguntas, envie um e-mail para alyshiagomes.ri@gmail.com. Até a próxima!!!!

 

VOCÊ ENCONTRARÁ MAIS INFORMAÇÕES SOBRE EDUCAÇÃO INTERNACIONAL  E DICAS DE BOLSAS DE ESTUDOS NA COLUNA ESTUDAR LÁ FORA, EM O DIA ALAGOAS, JÁ NAS BANCAS!


Comentar usando