Boa Noite!, Segunda-Feira - 22 de Outubro de 2018

 

Dois projetos construídos em madeira vencem o Prêmio Ibramem/AMATA

/ 12:00 - 16/04/2018


Foram anunciados no final de março os vencedores do Prêmio Ibramem/AMATA de Arquitetura em Madeira 2018, que visa incentivar a utilização do material na construção civil respeitando sua linguagem e enquadramento dentro dos princípios da sustentabilidade. A iniciativa é voltada para estudantes e profissionais das áreas de engenharia e arquitetura e urbanismo de todos os países da América Latina.

Na categoria para profissionais, os ganhadores foram o projeto Moradas Infantis, dos escritórios Rosenbaum e Aleph Zero, e a Casa na Montanha, de Gui Paoliello Arquiteto. Já a categoria para estudantes foi vencida por Daniela Moro e Gabriel Hildebrand Tomich, da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

A premiação aconteceu dentro da programação da 16ª edição do Encontro Brasileiro em Madeiras e em Estruturas de Madeira (EBRAMEM) e do 3º Congresso Latino-americano de Estruturas de Madeira, na cidade de São Carlos, interior paulista. O ganhador na categoria profissional recebeu uma viagem com estadia e inscrição ao WorldConferenceon Timber Engineering (WCTE), que ocorrerá em agosto em Seul, na Coreia do Sul. Já a modalidade estudante, o primeiro lugar garantiu uma viagem à Santiago, no Chile, para conhecer a indústria de madeira para construção civil.

Conheça todos os projetos premiados:

Profissionais

1º lugar: Rosenbaum + Aleph Zero
Nome do Projeto: Moradas Infantis
Equipe: Adriana da Silva Benguela, Pedro Lass Duschenes, Gustavo Correia Utrabo, Marcelo Rosenbaum e Hélio Olga
Descrição: o prédio, localizado em Formoso do Araguaia, no Tocantins, foi desenvolvido em 2015 com o objetivo de criar habitação para crianças de 13 a 18 anos, adequando a arquitetura à cultura local indígena. Os arquitetos mantiveram a separação original de duas vilas, uma feminina e outra masculina, com 45 unidades com seis pessoas cada, preservando a qualidade de vida. O projeto desenvolvido na área de 23.344,17 m² conta com sala de TV, espaço para leitura, varandas, pátios e redários, entre outros equipamentos.

         

1º lugar: Gui Paoliello Arquiteto
Nome do Projeto: Casa na Montanha
Equipe: Guilherme Pires Paoliello, Manoela Corrá Dieguez Pessoa, Thiago Magri Benucci, Victoria Coelho Menezes e Heloisa Maringone
Descrição: a casa está implantada em terreno na montanha da serra da Mantiqueira a 1200 metros de altitude em local de acesso precário e difícil. A ideia foi elaborar um projeto utilizando-se ao máximo de recursos locais e naturais do próprio terreno e arredores, na intenção de promover uma construção experimental com o menor impacto no ambiente.

                               

Menção Honrosa: Nitsche Arquitetos
Nome do Projeto: Residência Praia Vermelha
Equipe: Lua Nitsche, Pedro Nitsche, André Scarpa, Rosário Borges de Pinho e Rodrigo Tamburus

Menção Honrosa: Ampuero-Yutronic
Nome do Projeto: Casa Hualle, Chile
Equipe: Javier Alejandro Ampuero Ernst, Catalina Yutronic Fernández, Gonzalo Reyes, Leonardo Manríquez, Cesar Moreira e Felipe Fontecilla

Estudantes

1º lugar: Daniela Moro e Gabriel Hildebrand Tomich
Orientador: Marina Millani Oba
Instituição: Universidade Federal do Paraná – UFPR
Nome do Projeto: Entre
Descrição: Com a implantação de equipamentos urbanos modulares no centro da cidade de Curitiba (PR), os estudantes propõem um sistema de objetos que, em sua unidade, seja capaz de absorver diversos usos necessários a quem se desloca no centro da cidade e, em seu conjunto, contribua com a geração de passagens, consolidando o centro como um tecido urbano conectado.

Menção Honrosa: Ingred Santana da Silva
Orientador: Mônica Duarte Aprilanti
Instituição: Universidade Metodista de Piracicaba
Nome do Projeto: Abrigo para ônibus com biblioteca comunitária

Menção Honrosa: Augusto Rodrigues Dilascio, Vitor Leite Alves, Fernanda Carneiro de Queiroz, Vitória Souza Santos e Isabela Caetano Ramos Ludwig
Orientador: Hugo Alkmim de Matos
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG)
Nome do Projeto: Pavilhão “Xuê”

Menção Honrosa: João Pedro Belusso Cecco
Orientador: Gilmar Tumelero
Instituição: Faculdade Mater Dei
Nome do Projeto: Espaço informativo em madeira

 

 


Comentar usando