Bom Dia!, Terça-Feira - 23 de Outubro de 2018

 

Designer alagoano expõe em feira de novos talentos no Rio de Janeiro

Assessoria / 12:26 - 02/08/2018

Concorrendo com outros profissionais de todo o país, os móveis de Otávio Camerino ganharam espaço na mostra misturando elementos regionais com industriais


Otávio Camerino_Divulgação

Mesmo que recém-criado, o termo “alagoanidade”, que caiu no gosto do vocabulário local, parece dizer muito sobre as peças lançadas pelo designer alagoano Otávio Camerino. Unindo matéria-prima industrial com itens comumente utilizados por artesãos e artistas da terra, o trabalho do alagoano foi selecionado para exposição “Novos Talentos Brasileiros – Arte e Design”, que acontece a partir desta sexta-feira (03) no Casa Shopping, na cidade do Rio de Janeiro.

 Sua mais nova experiência resultou em móveis como a mesinha de canto “Olaria”, feita em barro batido à mão por artesãos do município de Satuba, localizado na região metropolitana de Maceió. Outro item de destaque é o banco “Buruçu” com acento feito de madeira de coqueiro vermelho. Além de ter o ferro como matéria prima em ambas as peças, a versatilidade e atemporalidade se destacam quando o assunto é compor ambientes.

 Otávio, que também é publicitário, sempre trabalhou exercitando o seu lado criativo e tem o trabalho manual e a arte popular de Alagoas como duas grandes inspirações na hora de “pensar” o design de suas peças.

 “Sempre gostei de uma estética ‘descontrutivista’, procuro formas diferentes, geométricas, criando peças contemporâneas e com traços regionais”, define o designer Otávio Camerino.

 A mostra

 A exposição “Novos Talentos Brasileiros – Arte e Design” está em sua terceira edição e vai até o próximo dia 09 de setembro. O propósito é dar visibilidade a recém-formados ou estudantes de design, além de outros profissionais que estão despontando no mercado, abrindo espaço para que possam exibir seu trabalho ao público e mercado da movelaria e decoração.

 “Para mim é uma grande oportunidade de mostrar o meu trabalho para fora de Alagoas, numa exposição nacional  como essa. Ainda estou terminando minha faculdade e foi um privilégio ser selecionado, acredito que será importante não só por visibilidade como também aprendizado, contato com outros profissionais. Isso sempre agrega ao processo criativo”, conta Otávio Camerino.


Comentar usando