, Domingo - 27 de Maio de 2018

 

Cooperativas de Maceió vão a Camaçari conhecer projeto de sucesso em reciclagem

Assessoria / 3:28 - 10/06/2016

COOPMARC passou a beneficiar resíduos e produz vassouras, detergente e sabão sustentável


Integrantes das cooperativas de reciclagem que atuam na Região Metropolitana de Maceió viajaram para Camaçari, na Bahia, para uma visita de reconhecimento e aprendizado com a Cooperativa de Materiais de Camaçari e Prestação de Serviços (COOPMARC). A viagem , nos dias 4 e 5 de junho, foi promovida por Braskem e Sebrae em Alagoas para que os cooperados pudessem conhecer a estrutura de reciclagem e beneficiamento de resíduos que a cooperativa desenvolve na Bahia  através do programa Ser+Realizador.

Este trabalho faz parte das ações  da Cadeia Produtiva da Química e do Plástico e faz parte do escopo de trabalho do convênio nacional firmado entre Braskem e Sebrae, que é aplicado nos estados onde a empresa petroquímica atua, desde 2012. O caso de Camaçari se destaca pelo aprimoramento atingido pela COOPMARC, tanto na  infraestrutura da cooperativa quanto na gestão do negócio de reciclados. Hoje, a COOPMARC  não só vende resíduos recicláveis, mas também beneficiam garrafas PET e óleo de cozinha  usado, através de duas pequenas fábricas de vassouras e de sabão (em barra e líquido).

Os dezesseis representantes das cooperativas dos Catadores da Vila Emater (COOPVILA), dos Recicladores de Alagoas (COOPREL) – unidades da Serraria e Benedito Bentes –, e da Cooperativa de Recicladores de Lixo Urbano de Maceió (COOPLUM), juntamente com dois consultores do Ser+Realizador e as gestoras do projeto na Braskem e no Sebrae, puderam ver de perto e entender o funcionamento da cooperativa baiana, o fluxo de serviço, processos de gestão e as fábricas de beneficiamento.

Outro ponto importante da visita foi verificar como a COOPMARC tem a sua disposição o material  a ser reciclado. A COOPMARC recebe doações de itens para reciclagem de todo o Pólo Industrial de Camaçari, tendo estabelecido longa relação com as unidades da Braskem na Bahia, que desde 2002 disponibilizam  material para reciclagem. Após o convênio  com o projeto Ser+Realizador, foi possível comprar equipamentos e melhorar a infraestrutura do pequeno complexo fabril, que há muito deixou de ser apenas um galpão para separação de resíduos.

Essa mudança estrutural impressionou Maria José dos Santos Lins, conhecida como Meury, presidente da COOPREL da Serraria. “Eu já tinha visitado Camaçari em 2011 e, na época, eles tinham quase nada, só um caminhão e uma salinha onde faziam as vassouras. Com o apoio, eles conseguiram reformar e ampliar a estrutura, pois estão em um terreno grande, e hoje ganham muito com esse trabalho de beneficiamento, que rende mais. É essa experiência que vou levar aos colegas de Maceió”, disse.

Para Ana Paula Dantas, gestora do Projeto Braskem Sebrae de Plástico Reciclado. “Nosso objetivo primordial foi a busca por informação e boas práticas. A COOPMARC tem boa gestão e um líder forte, que se apresenta como catador porque sabe e valoriza esse papel na sociedade, gerando emprego e renda enquanto também preserva o meio ambiente, recolhendo e transformando esse material”, afirmou, enquanto lembra que a cooperativa também é apoiada pelo Sebrae na Bahia.

Gestora do Ser+Realizador em Alagoas, Régia Melo, da área de Marketing e Relações Institucionais da Braskem, destacou que o projeto tem o apoio detoda a cadeia produtiva do plástico em Maceió, oferecendo suporte às cooperativas da Região Metropolitana de Maceió desde 2014. “ A relevância da atividade desenvolvida pelos catadores na gestão dos resíduos sólidos é enorme. Reconhecer que o resíduo sólido pode ser reutilizável ou reciclável é enxergar além de um bem econômico um valor social que gera renda e ajuda a promover a cidadania’.


Comentar usando