Boa Tarde!, Domingo - 22 de Julho de 2018

 

As chuvas estão dando o recado: inverno deve ser rigoroso em Maceió

Deraldo Francisco / 10:22 - 05/03/2018

Defesa Civil do Município ainda não apresentou um plano de ação preventiva para o inverno que chega já


As chuvas de março estão abrindo uma ferida na gestão municipal, em Maceió. Não se fala, mas uma criança já morreu em consequência das últimas chuvas. Pouco se fala, mas muita gente teve que abandonar suas casas devido aos riscos de desabamentos. Esquece-se de tudo isso logo que o sol brilha.

Com as chuvas torrenciais que têm atingido a cidade nos últimos dias, várias ruas ficam intransitáveis e, sempre que chove forte por, pelo menos meia hora, o Mercado da Produção é invadido pelas águas. Um dia de prejuízo para os comerciantes. Um dia de risco de contaminação dos alimentos e, por extensão, uma ameaça à saúde pública.

Para quem mora nas encostas, a situação é mais grave porque o risco é de morte. A Defesa Civil do Município ainda não apresentou um plano de ação preventiva para o inverno que chega já. Por enquanto, a preocupação é com medidas paliativas.

A natureza está avisando: não há regras para a força da água. Galerias entupidas proporcionam inundações, que levam a transtornos, que trazem prejuízo e revolta. Ainda há tempo de se tomar alguma providência. Pagar para ver – ou ver para “chorar” e lamentar – não parece inteligente.

Todos sabem que a gestão municipal pouco se importou com as áreas de risco de Maceió. Mas, quando se trata de vidas humanas, a pequenez da política não deve ser critério.


Comentar usando