, Quarta-Feira - 15 de Agosto de 2018

 

72% dos brasileiros acham que a economia do país piorou após greves

Portal É Assim / 10:40 - 11/06/2018

BC projetava aumento do PIB em 3% neste ano, mas números indicam, no mínimo, estagnação


Em pesquisa realizada pelo Datafolha, concluída na quinta-feira (7), números mostram que 72% dos entrevistados enxergam uma piora da situação econômica do Brasil, contra apenas 6% que apontam melhora.

E diferente de abril, quando os que demonstravam otimismo maioria, agora os que afirmam que a situação vai piorar nos próximos meses somam 32%, contra 26% dos que acreditam em melhora da economia.

Assim como a rejeição recorde ao governo de Michel Temer, o mau humor do brasileiro com a economia também é o mais alto na atual gestão.

Desde maio de 2016 o índice dos que avaliavam que a situação havia piorado estava na casa dos 60%, tendo caído para 52% no início de abril deste ano.

Crise dos caminhoneiros e queda do PIB

Desde que o país saiu da recessão, em 2017, a recuperação tem sido lenta e frágil. Esse quadro se agravou com a paralisação dos caminhoneiros, que resultou em falta de combustíveis, alimentos e outros produtos.

O fim do protesto se deu por meio de um acordo entre governo e caminhoneiros que tem sido marcado por idas e vindas, várias concessões e ameaça até de retorno do movimento paradista.

O boletim Focus do Banco Central também mostra o aumento do pessimismo. No início de março, a aposta era a de que o país alcançaria uma taxa de crescimento da economia próxima de 3% até o fim deste ano, mas o boletim do início deste mês reduziu aumento para apenas 2,18% do PIB em 2018. A tendência é de queda nessa projeção, para um cenário próximo à estagnação. Consultorias e bancos já atualizaram suas projeções para a alta do PIB de 2018 para menos de 2%.


Comentar usando