Olívio é punido com um ano de suspensão por doping

/ 4:54 - 10/10/2016


 

Resultado de imagem para olivio crb

 

Por maioria dos votos, o volante Olívio, do CRB, foi punido com um ano de suspensão por doping. O resultado do julgamento do atleta foi feito na tarde desta segunda-feira, dia 10. O jogador regatiano foi julgado pela Primeira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Ele foi incurso no artigo 9º do Código Brasileiro Antidopagem.

Prestaram depoimento na qualidade de informante o presidente da Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Fernando Antônio Gaya Solera, o médico e conselheiro do CRB Francisco Disnaldo Oliveira Leite. A defesa do volante, do CRB, Osvaldo Sestário Filho, apresentou prova documental e pediu lavratura do acórdão.

“Por maioria de votos, suspender por 01 (um) ano Olívio Aparecido Costa, atleta da equipe do CR Brasil, por infração ao Art. 19.2 C/C Art. 22.2 do Regulamento Antidoping da Fifa face a desclassificação do Art. 9º do Código Brasileiro Antidopagem.”, diz o texto do resultado do julgamento no site do STJD.

Entenda o caso:

A coleta foi realizada no dia 11 de maio, no Estádio rei Pelé. No relatório técnico emitido pelo laboratório de Los Angeles, foi encontrada na urina do jogador a substância ‘IRMS’ (Testosterona), proibida no Regulamento de Controle de Doping da Confederação Brasileira de Futebol e da Agência Mundial Antidoping (WADA).

Comunicado sobre o resultado analítico adverso, o Presidente do STJD, Ronaldo Botelho Piacente, suspendeu preventivamente por 30 dias o atleta com base no artigo 102 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. A suspensão foi aplicada no dia 28 de julho.

Em defesa escrita, apresentada através do clube, Olívio não esclareceu como a substância proibida teria ingressado em seu organismo.

Com acesso aos documentos, a Procuradoria denunciou o atleta do CRB por infração às regras antidoping. A pena prevista no artigo 93 do Código Brasileiro Antidopagem é de suspensão por até quatro anos.


Comentar usando