11ª Mostra Cinema e Direitos Humanos acontece na quarta

Assessoria / 11:46 - 20/10/2017

Circuito Difusão leva cultura e debate para Arapiraca


Serão realizadas no Teatro Hermeto Pascoal, Sesc Arapiraca, dia 01 de novembro às 10h e 19h30, a Mostra Panorama e Mostra temática – Gênero. O Circuito Difusão amplia o alcance da Mostra Cinema e Direitos Humanos e leva cultura e debate sobre Direitos Humanos para locais em que a oferta de bens culturais é escassa. 11ª Mostra Cinema e Direitos Humanos também será realizada em espaços culturais pelo Brasil e exterior, assumindo um caráter descentralizador e democrático. Entrada Gratuita.

A Mostra Cinema e Direitos Humanos é uma iniciativa de promoção da cultura e da educação em direitos humanos que visa a formação de uma nova mentalidade coletiva para o exercício da solidariedade e do respeito às diversidades. A Mostra dedica-se a apresentar obras audiovisuais que discutem temas atuais de Direitos Humanos. Realizada pelo Ministério dos Direitos Humanos com produção do Instituto Cultura em Movimento, e patrocínio da Petrobras e do Itaú, o circuito principal da 11ª Mostra Cinema e Direitos Humanos aconteceu entre os meses de Maio e Junho de 2017 em todas as capitais do país.

Mostra Panorama – Lições de humanidade – ÀS 10H

Depois Que Te Vi –  Vinícius Saramago | Brasil | 2016 | 16 min | Ficção

Temática: Direito das pessoas com deficiência – Classificação indicativa: Livre

Sinopse: Gustavo é um jovem autista que trabalha na farmácia do tio. Ele cumpre metodicamente sua rotina, mas isso muda quando ele sai para fazer uma entrega e vê uma menina passar de bicicleta. A partir daí seu foco passa a ser essa nova paixão.

Do Que Aprendi com Minhas Mais Velhas – Fernanda Julia e Susan Kalik | Brasil | 2016 | 26 min | Documentário

Temática: Diversidade religiosa / Cultura tradicional – Classificação indicativa: Livre

Sinopse: Do que aprendi com minhas mais velhas é um documentário sobre a fé no Candomblé e como essa fé é transmitida de geração em geração. Um filme onde mulheres importantes no Candomblé da Bahia falam como aprenderam com seus mais velhos e como ensinam seus mais jovens. Um filme sobre tradição, amor e religiosidade.

Índios no Poder – Rodrigo Arajeju | Brasil | 2015 | 21 min | Documentário

Temática: Direito da população Indígena –Classificação indicativa: 10 anos

Sinopse: Mario Juruna, único índio parlamentar na história do país, não consegue se reeleger para a Constituinte (1987/88). Sem representante no Congresso Nacional desde a redemocratização, as Nações Indígenas sofrem golpes da Bancada Ruralista aos seus direitos constitucionais. O cacique Ládio Veron, filho de liderança Kaiowa Guarani executada na luta pela terra, lança candidatura a deputado federal nas Eleições 2014, sob ameaças do Agronegócio no Mato Grosso do Sul. Contra a PEC 215, seu slogan de campanha é “terra, vida, justiça e demarcação”.

Mostra temática – Gênero – ÀS 19H30

De Que Lado Me Olhas – Ana Carolina de Azevedo e Helena Sassi | Brasil | 2014 | 15 min | Documentário | Classificação Indicativa: Livre

Sinopse: “O que é não pede para ser, simplesmente é.” Em Porto Alegre, sete pessoas oferecem suas perspectivas sobre uma importante realidade desconversada.

Meu Nome É Jacque – Angela Zoé | Brasil | 2016 | 72 min| Documentário  | Classificação Indicativa: 12 anos

Sinopse: O documentário aborda a diversidade através da história de vida de Jaqueline Côrtes, uma mulher transexual brasileira, que vive com Aids. Militante pela causa, Jacque tem a vida marcada por lutas e conquistas como representante do governo brasileiro na ONU. Hoje mora numa pequena cidade, levando uma vida voltada para a maternidade e a família. Ao acompanhar o cotidiano de Jacque, este documentário apresenta os inúmeros desafios que foram rompidos pela personagem.

 

Serviço

11ª Mostra Cinema e Direitos Humanos

Local: Teatro Hermeto Pascoal

Data: 01/11/2017

Horários: 10h / 19h30

Entrada: gratuita

Informações: 3482-2400 / 3482-2402


Comentar usando