, Terça-Feira - 11 de Dezembro de 2018

 

Júri em Arapiraca absolve acusado de esfaquear pretendente da filha

Assessoria TJ-AL / 3:28 - 26/09/2018

Vítima, que tinha 19 anos, queria namorar adolescente de 13 anos; pai alegou que ‘perdeu a cabeça’ durante discussão


Juiz Alfredo Mesquita conduziu o julgamento nesta quarta-feira (26), em Arapiraca. (Foto: Caio Loureiro)

Juiz Alfredo Mesquita conduziu o julgamento nesta quarta-feira (26), em Arapiraca. (Foto: Caio Loureiro)

O réu Luiz Lourenço da Silva foi absolvido do crime de tentativa de homicídio contra Tiago Jonatha Ferreira dos Santos, durante júri popular realizado nesta quarta-feira (26), em Arapiraca. O julgamento foi conduzido pelo magistrado Alfredo dos Santos Mesquita, da 5ª Vara Criminal da Comarca.

Segundo a denúncia do Ministério Público de Alagoas, em abril de 2012, a vítima, que tinha 19 anos, foi até a casa de Luiz Lourenço para pedir sua filha, de 13 anos, em namoro. Como não concordava com o pedido, o acusado iniciou uma discussão.

Policiais militares foram acionados e Luiz Lourenço foi preso em flagrante. Ao ser interrogado, o réu alegou que teria “perdido a cabeça” durante a briga e confessou que desferiu três facadas na vítima.

No julgamento popular, Luiz Lourenço também disse que não aceitava o relacionamento porque a vítima, hoje falecida, faria parte de uma gangue na região. Segundo laudo médico, Tiago Jonatha não correu risco de morte com as facadas.


Comentar usando